Pesquisa Rápida

Fingertips comemoram 15 anos de carreira e anunciam regresso de Zé Manuel

2018-01-10
Fingertips
Fingertips

Tudo começou em 2003 com o lançamento o primeiro álbum de originais "All Bout Smoke 'N Mirrors".

Foi uma estreia arrebatadora, pois os primeiros singles "Melancholic Ballad (for the Leftlovers)" e "Picture of my Own" invadiram as rádios e televisões Portuguesas, levando a banda a atingir os primeiros lugares nas tabelas nacionais. Outros primeiros lugares e conquistas se seguiram até 2018.

Segundo Rogério Saraiva (Manager) "2018 vai ser um ano em cheio para todos os fãs e amigos dos Fingertips. O Zé (voz) e o Jorge (bateria) juntam-se ao Rui (baixo, piano) para participar nas celebrações. Mas não ficam por aqui as novidades, os fãs podem contar com a edição de novas canções originais e a re-edição de toda a discografia da Banda em formato digital. No iníco do segundo trimestre de 2018 será disponibilizada uma edição especial em CD com 15 faixas que serão escolhidas entre as cerca de 90 canções originais do catálogo da Banda. Para que toda a experiência seja partilhada com todos os fãs, estamos a trabalhar com a nossa agência a organização de uma digressão em Portugal comemorativa dos 15 anos de carreira."

2003 - 2009

Tudo aconteceu em Março de 2003, quando um disco de estreia de uma também estreante banda portuguesa chegou às lojas. O disco chamava-se All 'Bout Smoke N' Mirrors. A banda, Fingertips.

A banda, formada por Zé Manuel e Rui Saraiva, começou assim a trilhar o seu próprio caminho na música moderna portuguesa. Nada ao acaso, nada sem querer. Tudo com intenção, tudo por querer. Querer ganhar, querer conquistar o seu lugar ao sol. Em inglês. Para Portugal e o Mundo!

Em All 'Bout Smoke N' Mirrors, todas as letras foram escritas por Zé Manuel, que apesar de na altura ter 14 anos de idade, já mostrava uma maturidade poética bastante avançada em que misturava, de um modo simples, o seu lado melodramático, nostálgico, irónico e sonhador.

As músicas, essas, foram compostas por Rui Saraiva e H. Matos que de uma maneira simples mas arrojada, embalam na perfeição os poemas.

All 'Bout Smoke N' Mirrors foi um dos maiores sucessos de 2003, o primeiro single Melancholic Ballad (For The Leftlovers) foi o grande responsável por toda a loucura que invadiu a rádio e televisão portuguesas no ano de 2004: na rádio, o tema atingiu o 1º lugar das músicas mais tocadas e a banda ganhou o galardão de melhor artista nacional da rádio Nova Era; em televisão, o tema fez parte da banda sonora da telenovela Celebridade e fez com que a banda fosse nomeada para dois globos de ouro nas categorias de Melhor Canção e Melhor Grupo.

Mas não se pense que 2004 foi apenas o ano de Melancholic Ballad (For The Leftlovers). O single Picture Of My Own foi o tema escolhido por uma marca portuguesa de cerveja para servir de banda sonora à nova campanha. Numa acção única que fez parar todos os canais de TV Nacionais às 22:00h em Abril 2004, foi apresentado em simultâneo o maior anúncio (3.00 min) para TV feito em Portugal.

Ainda em 2004, asseguraram a primeira parte do espectáculo dos The Corrs, no Estádio Municipal de Braga, actuaram no palco principal do festival Vilar de Mouros. Para finalizar o ano, tocaram na passagem de ano com Nelly Furtado.

Durante o restante ano, os Fingertips apresentaram ao seu público uma série de concertos acústicos, sob o título N' Outros Luares, um concerto intimista e de partilha de emoções.

Mas não só de som se faz os Fingertips. A imagem é uma ferramenta cada vez mais importante e a banda sabendo disso mesmo, apostou forte nesse aspecto. Não só nas fotos de promoção, como também no cuidado visual dos vídeos Melancholic Ballad (For The Leftlovers) e/ou inovação em 3D de How Do You Know Me. Aliás, o vídeo realizado por João Menezes, Melancholic Ballad e com a participação especial da atriz Débora Monteiro, foi selecionado para Festivais internacionais em Torrelavega (Espanha), Leicester e Londres (Inglaterra) e Clermont Ferrand (França).

Já em Janeiro de 2005, no dia 19, os Fingertips gravaram o seu primeiro dvd ao vivo, baseado num concerto acústico dado na discoteca Act, no Porto.

Em Julho de 2005 sobem ao Palco no Estádio do Restelo abrindo o concerto para a legendária banda Inglesa Queen, numa digressão com Paul Rodgers.

Começam então as gravações de um novo álbum editado em Março de 2006: Catharsis (palavra grega de significa explosão de sentimentos).

Continuando o caminho trilhado pelo disco de estreia, o segundo (e sempre difícil) álbum – Catharsis - confirma os Fingertips não como uma promessa da música nacional mas sim como uma certeza. Prova disso mesmo é o single de apresentação '"Cause To Love You", uma balada bem ao estilo dos Fingertips, melancólica, apaixonada, intensa e cativante que levará a Banda novamente ao 1º lugar das tabelas nacionais.

Em Outubro 2006 e após um Verão com a importante participação no Rock in Rio Lisboa, os Fingertips apresentam o novo single "Move Faster". Para além da versão Rock a banda decidiu convidar Nuno Nobre aka Hydro, para fazer uma remistura do tema. Fazer a ligação dos anos 80 até às pistas de dança foi o desafio que os Fingertips colocaram a Nuno Nobre, que trabalhou de forma magistral o triângulo Rock-Electro-Dance e marcou a remistura com um mix de influências notáveis.

Maio de 2007 é o mês escolhido para editar o duplo single Outsider Nº 12 e a balada You're Gone (Everybody Knows That) como novas apostas para a promoção do álbum Catharsis. A razão pela qual a banda decidiu lançar este duplo single é que estes temas foram escolhidos entre fans como os seus preferidos. Durante o mesmo mês a banda estreia no seu site oficial o teledisco do tema 18th March, gravado por ocasião do Portugal Fashion.

É em Maio também que surge mais uma surpresa do ano para os Fingertips, ao serem convidados a realizar a primeira parte do concerto de estreia de George Michael em Portugal, após terem tido outras experiências com artistas como os Queen (com o vocalista Paul Rogers), The Corrs e Nelly Furtado.

2008 é o ano do primeiro disco ao vivo dos Fingertips: Live ACT que surge como o cumprimento de uma promessa, ao trazer o registo ao vivo do inesquecível concerto de Natal da banda, realizado a 21 de Dezembro de 2007 na Discoteca ACT, no Porto. Foi um evento único, materializado aliás num apoio do grupo à Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas, para quem reverteu parte das receitas.

De revelação em 2003, os Fingertips assumem-se agora, de vez, como um dos mais interessantes e fundamentais grupos portugueses, ancorados na voz e na poesia de Zé Manuel e nas composições da dupla Rui Saraiva / H. Matos que se mostram em toda a sua plenitude neste concerto captado ao vivo, sob o título "Live ACT".

2009 marca o regresso dos Fingertips à criação de novos temas e às tabelas musicais. Do It (Magic Colors), acelera a rotação nas rádios Portuguesas e em Abril de 2009 atinge o 1º Lugar de Airplay Nacional e o 1º lugar foi também a marca de vendas atingida no Itunes.

Em Novembro de 2009 o vocalista Zé Manuel anuncia à imprensa a sua saída dos Fingertips.

2010-2017

Em 2010, os Fingertips liderados pelo seu compositor principal Rui Saraiva decidem obter um novo rumo. A necessidade de uma nova voz, novas sonoridades, uma nova imagem e atitude que completasse o grupo estava emergente e foram em busca dessa voz.

A 24 de Fevereiro de 2010, arrancou um concurso inédito que resultou da parceria entre a LG Electronics, a RFM (uma das rádios portuguesas mais ouvidas) e os Fingertips. O objectivo era encontrar o(a) vocalista da banda, liderada por Rui Saraiva, músico e compositor. O Desafio RFM/LG percorreu oito cidades do país na primeira fase, tendo sido realizado um conjunto de audições aos candidatos que se inscreveram na competição.

A final decorreu em São Pedro do Sul, distrito de Viseu, no dia 8 de maio de 2010, tendo ganho Joana Gomes entre os 6 finalistas, passando a ser a voz dos Fingertips. Com a chegada de Joana, a banda finalizou algumas ideias que tinha no estúdio, gravou e lançou o single de avanço "Simple Words", a primeira gravação discográfica dos Fingertips com Joana Gomes.

Simple Words coloca na linha do horizonte o novo som melódico e intenso da banda. Uma balada com a voz doce e sensual de Joana, onde se pode escutar um piano melódico. O solo de guitarra traz de volta memórias de décadas passadas e cortes delicados com paixão, num coro individual e intenso.

É uma música da dupla de compositores/produtores Rui Saraiva e Helder Matos (compositores que assinaram até hoje a totalidade das músicas da Banda) e marca a chegada do letrista Virgílio Fino, um Londrino com raízes bem Portuguesas.

No dia 30 de Maio de 2010, os Fingertips subiram ao palco do Rock in Rio Lisboa com a nova vocalista Joana. No concerto, participaram dois convidados especiais: o guitarrista Alexandre Almeida e o músico/cantor brasileiro Zé Ricardo, que interpretou em dueto o primeiro single da Banda "Simple Words".

Depois de meses em estúdio e concertos em Portugal, disponibilizam o álbum Venice no mercado musical mundial em março de 2011.

Os Fingertips apresentaram o trabalho "Venice" com um concerto especial durante o Portugal Fashion, com uma imagem criada pelo estilista Júlio Torcato, (amigo da banda há longos anos). Sim, porque o Portugal Fashion é um lugar de moda, e porque moda é também aquilo que se ouve.

"Venice" inclui os singles "Simple Words", "Thinking About You" e "Dreaming of the Moon". A música "Dreaming of the Moon" foi remisturada pelo "DJ Pete Tha Zouk".

A energia e o espírito dos elementos fervilhavam e ainda existia imenso material musical para trabalhar. As ideias eram cada vez mais e a necessidade de as colocar em estúdio era o pensamento principal da banda.

Após seis meses de estúdio, chega ao público em 5 de Março de 2012 o álbum “2”. O álbum de nome “2”, segundo disco da banda significa a dualidade que existe diariamente: o certo e o errado, a noite e o dia, o branco e o preto, o silêncio e o ruído. Onde a música é emoção, comunicação e relacionamento.

"Running Out of Time", o primeiro single do álbum "2" quer mostrar-nos que no dia-a-dia vivemos contra o tempo, que este passa por nós sem nos apercebemos e que necessitamos por vezes de parar, de acalmar e deixar esta correria. Um tema que reflecte bem o quotidiano da Banda e a fase em que esta está a passar, entre trabalho, stress e sem conseguir parar e ter momentos tranquilos. No fundo, viver contra o tempo que insiste em passar rapidamente.

A banda arrancou em digressão por Portugal, visitando mais de 20 cidades, desde Março de 2012 até Setembro de 2012.

Embora, a digressão seja uma mostra dos novos originais, músicas como "Simple Words", "Oh my Love You" ou "Dreaming of the Moon", do primeiro álbum "Venice" são incluídas, pois fazem parte da discografia da banda e trazem uma carga emotiva de um passado recente.

Cada concerto, em cada cidade demonstra uma história, a história da banda, a história da vida e a história de cada um de nós. A energia estrondosa e a vivacidade vivida em cada espectáculo é a mostra da atitude da banda, que não quer fazer música para grandes massas, mas sim Música no seu verdadeiro sentido e adequada a todos aqueles que se habituaram a ouvir os grandes hits desta banda com qualidade e bom gosto.

Esta digressão tem o apoio da rádio RFM, da televisão SIC e dos parceiros PT/TMN, MusicBox, Tiffosi e Terras do Demo.

Fingertips é música, é comunicação, é emoção...e muito mais que isso. Os Fingertips mostram que música e solidariedade podem e devem estar unidas, ajudando aqueles que mais necessitam. Para tal, criaram o bilhete solidário, que consistia num desconto do bilhete para o concerto para as pessoas que trouxerem um pacote de alimentos que será revertido para as instituições ajudadas. Cáritas, Cruz Vermelha, Acreditar, Banco alimentar contra a fome....entre muitas outras foram as instituições incluídas nesta tour ”2”.

Em Outubro de 2012 os Fingertips fazem a sua primeira apresentação na Ásia, com vários concertos em Xangai e Hangzhou.

Em 2013 os Fingertips inspirados pela sua experiência Ásia, começam a preparar um novo caminho para a promoção internacional da sua música. Desenvolvem um novo trabalho criativo no seu estúdio Portugal e recebem o suporte de Safta Jaffery (Muse,Stone Roses, Coldplay, Radiohead) e Ron Saint Germain (Jimi Hendrix, U2, Michael Jackson, Red Hot Chili Peppers, etc).

Ainda em 2013 são convidados para criar a canção oficial do Eurogym. A canção "Let´s Share" abriu a cerimónia de apresentação do evento no Estádio em Coimbra.

Em 2014 os Fingertips iniciam a promoção internacional com concertos no Brasil (São Paulo e Rio de Janeiro) e na China no West Bund Music Festival.

No ano 2015 viajam para Los Angeles para trabalhar material original com o produtor Mark Needham (The Killers, Imagine Dragons, Fleetwood Mac, Moby, etc). Entretanto continuam a promoção internacional em Los Angeles, Toronto, Brighton, Amsterdão, Singapura, Sydney, Tóquio, Xangai, Berlim, entre outras cidades.

Ainda no ano de 2015 editam o single "Out of Control", produzido e misturado por Mark Needham no The Ballroom em Hollywood. As rádios internacionais fazem airplay do single com destaque para (KROQ Los Angeles, CA), (KNDD Seattle, WA), (WRUR Rochester, NY), (KKDO Sacramento, CA), (Triple MMM, Austrália) entre muitas outras. Ainda em 2015 regressam a Xangai para filmar o video do single "Out of Control" com o realizador Vasco Mendes.

Em 2016 iniciam uma viagem pela Europa (passam por Paris, Bruxelas, Amesterdão, Hamburgo, Berlim) onde filmam sob a direcção do realizador Vasco Mendes um documentário video.

Regressam a Hollywood em Abril para gravarem com Mark Needham o single "Kiss Me". Convidam novamente o realizador Vasco Mendes para produzir o novo vídeo, aproveitando as paisagens de Hollywood, Santa Mónica e Venice Beach.

Ainda em 2016 os Fingertips apresentam na Casa da Música no Porto um concerto ao público Português que espelha o trabalho criativo que desenvolveram nos últimos meses.

No ano de 2017 editam o single "Somebody New" e escolhem a cidade Natal (Viseu) para filmar o video oficial.

Chega 2018, um ano que promete ser muito especial para os Fãs.

Na celebração do 15º aniversário do lançamento do 1º álbum "All´Bout Smoke `n Mirrors" os Fingertips anunciam o regresso de Zé Manuel para participar nestas celebrações. É re-editada toda a discografia em formato digital e editado material original gravado entre 2003 e 2009. Mas não ficam por aqui as novidades, pois os fãs também podem contar com a chegada de novas canções originais gravadas em 2018. 

Segue os Fingertips:

www.thefingertips.com | Spotify | Facebook | Instagram | YouTube | Twitter

2018-01-10
Sábado, dia 21 de Abril de 2018
Temperatura
15.5 °C
Humidade
91 %
Pluviosidade
0.8 mm
Pôr do Sol
20:16
Vento
0.0 km/h
MeteoAbrantes
Antena Livre no Facebook