ESPECIAL COVID-19

Constância sem Parque de Campismo no verão de 2020

2020-07-20

O Parque de Campismo de Constância está de portas fechadas e muito dificilmente voltará a funcionar durante o verão de 2020.

 

O Parque de Campismo de Constância está encerrado e irá ser aberto um novo concurso público para a concessão do espaço.

Depois de totalmente requalificado há cerca de três anos e com uma promotora a gerir o Parque nos últimos dois anos, a pandemia de Covid-19 veio deitar por terra as aspirações da concessionária.

Na última reunião da Câmara Municipal, o presidente Sérgio Oliveira respondeu à questão da vereadora da CDU, Júlia Amorim, acerca da situação das instalações do Parque de Campismo e explicou que “já foi formalizada a denúncia do contrato no entanto ainda há um acerto de contas a fazer entre a Câmara e a promotora que ainda tem algumas coisas dentro do Parque de Campismo. A ideia do Município é, assim que seja efetuado o acerto das contas, fazer um acordo formal de rescisão do contrato que existe e lançar uma nova hasta pública, um novo concurso para a concessão do Parque de Campismo”.

À margem da reunião, Sérgio Oliveira assumiu que “o Parque de Campismo agora não está a funcionar. Isto porque “99% da área de negócio” da arrendatária era ligada à área do turismo, “nomeadamente turismo de aventura, como descidas do rio e outras atividades e ficou com a faturação praticamente a zeros”, devido à situação que se viveu da Covid-19.

A arrendatária já transmitiu pessoalmente ao presidente da Câmara não ter capacidade para continuar com o Parque de Campismo e que iria denunciar o contrato, “o que já fez oficialmente e por escrito”.

O autarca avançou que, após a minuta do acordo de rescisão estar concluída e depois de “afinar” ainda alguns pagamentos, “é lançar um novo procedimento para a concessão do Parque de Campismo. Sérgio Oliveira fez ainda notar que quando foi lançado o concurso, “há dois anos e meio, o Parque de Campismo precisava de obras de fundo, bem como o bar de apoio que tem a esplanada em frente ao rio Zêzere, que está completamente renovado. Portanto, quem for tomar conta daquele espaço tem o trabalho facilitado”. O presidente referiu ainda o facto de “o Município também ter concedido algumas isenções de renda à promotora mas o investimento que foi ali feito foi muito superior às rendas que o Município isentou”.

Sérgio Oliveira diz-se confiante de que “assim que lançarmos um novo procedimento, irá aparecer alguém para tomar conta daquele espaço, que está num sítio nobre da vila” e que “não há que desesperar nem chorar, é seguir em frente”.

Certo é que o Parque de Campismo de Constância não abrirá as portas durante o verão de 2020 porque “com os procedimentos inerentes à necessidade de concurso, adjudicar, etc, é provável que o Parque de Campismo e o bar não reabram” mas, como lembrou o autarca, “há outras ofertas na vila, nomeadamente a nível de hotelaria que estão à disposição das pessoas”.

No entanto, Sérgio Oliveira não deixou de frisar que “o COVID-19 ainda não terminou”. “Eu percebo que a atividade económica tem que continuar e a importância que tem para o concelho - nomeadamente para os comerciantes da vila, e em Santa Margarida e em Montalvo – que venham pessoas de fora que façam uma refeição e tomem um café mas com moderação e com calma. É que qualquer situação pode-nos trazer problemas. Felizmente temos estado com uma situação de casos Covid extremamente reduzida no concelho e não queria, de todo, que tivéssemos uma situação que nos deixasse a todos preocupados”.

Já no que diz respeito à oferta hoteleira, procurámos saber pelo andamento das obras do Villa Tejo Nature & Spa Hotel, que está a nascer à entrada de Constância. Sérgio Oliveira falou da informação que obteve junto do promotor de que “as obras estavam encaminhadas para que terminassem no final deste ano”.

 

2020-07-20