ESPECIAL COVID-19

Vila de Rei testou todos os funcionários dos lares e creches e cancelou festas de verão no concelho (C/ÁUDIO)

2020-05-15
Foto: Município de Vila de Rei
Foto: Município de Vila de Rei

No que diz respeito a Vila de Rei o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Aires,  indicou que esta sexta-feira foram concluídos todos os testes a lares de idosos e unidades residenciais, as chamadas ERPI, do concelho. Também todo o pessoal que trabalha nas creches, que vão reabrir na próxima semana, já fez os testes ao coronavírus, num trabalho que tem sido desenvolvido pelas autoridades de saúde pública. Na última semana foram feitos 239 testes em toda a área do concelho.

Ricardo Aires adiantou que os testes foram feitos na sede de concelho, no pavilhão onde costumam funcionar as tasquinhas na Feira de Enchidos Queijo e Mel. Questionado sobre os resultados desses testes respondeu que “foram todos negativos até agora, graças a Deus”. O presidente da Câmara disse ainda que a unidade de cuidados continuados não fez ainda os testes. Sendo uma unidade de saúde, destacou, segue as orientações do Ministério da Saúde, mas adiantou que se prevê que os funcionários sejam testados muito em breve.

Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei

No dia em que começou o DECIR 2020 (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais) Ricardo Aires revelou que também todo o corpo dos Bombeiros Voluntários de Vila de Rei vai fazer os testes de despiste para que entrem nesta fase de prontidão com a certeza de que não apresentam riscos de infeção e podem, assim, estar na máxima força para o socorro no concelho.

Verão sem festas populares e praias fluviais a aguardar definições

Ainda no que diz respeito às medidas de desconfinamento e controle de espaços públicos o presidente da Câmara diz que cancelou todos os eventos até 30 de setembro. Estão incluídos os dois grandes eventos de verão da vila, a Feira de Enchidos, Queijo e Mel e o Rock na Vila. Mas, no âmbito da Proteção Civil, este cancelamento foi estendido a todas as festas de verão do concelho. Indicou o autarca que as associações e comissões de festas estavam sensibilizadas para o problema e praticamente todas decidiram cancelar as festas. Mesmo assim a Câmara Municipal não passaria qualquer licença para qualquer festa neste período.

Já em relação às praias fluviais do concelho não há muito a adiantar. As obras de recuperação do Bostelim e do Penedo Furado, após a passagem da depressão Elsa, ainda continuam a ser executadas e sabe-se que a autarquia só vai arrancar com a época balnear a 1 de julho. De que forma, é uma pergunta que Ricardo Aires não consegue responder. Indicou que os serviços estão a analisar as regras definidas pelo governo no conselho de ministros desta quinta-feira, mas não quis indicar qualquer proposta ou solução de como vai ser feita a gestão e os acessos a estas unidades de lazer. Seguramente serão condições muito diferentes dos anos anteriores, mas é a nova realidade com que temos de viver.

2020-05-15