ESPECIAL COVID-19

Vila Nova da Barquinha: I Encontro de Cultura Tradicional do Ribatejo

2017-06-21

Vila Nova da Barquinha recebe no próximo dia 24, no Centro Cultural, o I Encontro de Cultura Tradicional do Ribatejo.

Segundo nota de imprensa do Município, "na sequência de anteriores ações desenvolvidas pelo Fórum Ribatejo, o I Encontro de Cultura Popular do Ribatejo (realizado em parceria com a Câmara Municipal da Barquinha) surge agora como necessidade de refletir o Ribatejo e dar mostra da produção teórica que os últimos anos têm permitido fazer emergir nesta região". 

"Procura interrogar o que podemos compreender, hoje, à luz dos mais atuais e diversos conhecimentos; em temáticas como identidade, mitologia regional, trabalho, relações sociais e de género, saúde e alimentação", lê-se.

Com um leque temático abrangente e interpelando investigadores de áreas diversas, o Encontro visa lançar um debate sobre: “Quais as razões que sustentam, hoje, a manutenção de uma ideia de Ribatejo?”

As linhas temáticas a serem desenvolvidas durante o encontro são ”As mitologias ribatejanas; funcionalidades ontem e hoje”, “O trabalho e as relações de género na cultura ribatejana”, “Terapêuticas, saúde e condições alimentares” e as “Identidades culturais e variabilidades num contexto de contemporaneidade”.

O evento inicia-se pelas 09h30 com a abertura do evento, seguindo-se o primeiro painel às 10h00 com o moderador António Matias Coelho que vai falar de “Património imaterial da região de Abrantes”; “O trabalho e as relações de género na cultura ribatejana”; “O trabalho e as festas no mundo rural: Coruche em meados do século XX” e “Os curtumes e a influência no desenvolvimento local”. A apresentar os temas está a Associação Palha de Abrantes, José do Carmo Francisco, Dionísio Simão Mendes e com Daniel Café, seguido de debate.

Antes de almoço ao 12h30 realiza-se a apresentação do livro: "O Povo que Ainda Canta" de Tradisom.

Às 15h00 inicia-se o segundo painel, com a moderadora Manuela Marques, e que terá como destaques “A festa brava no imaginário ribatejano”, com Ludgero Mendes, “Os Avieiros do Tejo: Memórias da Chamusca e vivências de Constância” com António Matias Coelho e “A conceção do mal e o sentido popular da cura”, com Aurélio Lopes, seguido de debate.

O último painel tem inicio às 17h00 com o moderador Luís Nazaré, e os temas de destaque serão “O Congresso Ribatejano de 1923 e a definição da Região. Demarcação geográfica e características socioculturais do Ribatejo no início do século XX”, com António Pedro Manique. Tempo também para se abordar a “Reconstituição e novas formas de folclorização regional com consequências na identidade do Ribatejo”, por Humberto Nelson Ferrão. “A música e o teatro em Vila Nova da Barquinha” será abordado por António Luís Roldão e as “Artesãs e artesãos: arte, ofício e identidade(s) cultural” por Ana da Silva, Catarina Faria e José Manuel Soares.

Para finalizar o I Encontro de Cultura Tradicional do Ribatejo, às 22h00, sobe a palco o Grupo de Cantares "Barquinha Saudosa".

2017-06-21