ESPECIAL COVID-19

CHMT: Médica da UCI de Abrantes pede para que "fique em casa" (C/VÍDEO)

2021-01-29

O Centro Hospitalar do Médio Tejo tem produzido e difundido nos últimos meses uma série de vídeos de profissionais de saúde que trabalham na linha da frente da Covid-19.

E se a mensagem tem sido sempre o “não os queremos aqui”, desta vez coube a uma jovem médica intensivista deixar a mensagem.

Teresa Oliveira, tem 29 anos, e é médica interna na especialidade de Medicina Intensiva.

Desde o início da pandemia que entra na área dedicada ao tratamento de doentes com Covid-19, na Unidade de Cuidados Intensivos.

O que encontra dentro deste serviço levou a médica, mais uma vez, lançar o apelo "Por favor, fique em casa".

Teresa Oliveira faz o relato daquilo que é a sua vivência: "Muitas das pessoas que aqui estão internadas são mais novas as que os meus pais, alguns deles têm a idade dos meus irmãos mais velhos.

E muitos não tem outros problemas ou co-morbilidades".

O final deste vídeo tem a mensagem da Dra. Teresa Oliveira: "Por favor, fiquem em casa".

O Centro Hospitalar do Médio Tejo tem na unidade de Abrantes a unidade diferenciada para tratamento de doentes com Covid-19.

A 11 de janeiro o Centro Hospitalar do Médio Tejo ativou mais uma enfermaria para aumentar a sua capacidade de receber doentes com Covid-19. Quer isto dizer que esta enfermaria, com 26 camas, faz com que a Unidade de Abrantes passe a ter 130 camas direcionadas para doentes infetados com o SARS-Cov-2. Esta subida no nível de resposta do CHMT à pandemia aumenta também a capacidade da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) de Abrantes em mais cinco camas. Ou seja, a em Medicina Intensiva para doentes Covid-19 passa a ter 16 camas.

2021-01-29