ESPECIAL COVID-19

Covid-19: Médio Tejo com mais 32 infetados, 12 são do concelho de Abrantes (C/ÁUDIO)

2021-06-23

Os casos positivos no Médio Tejo dispararam esta quarta-feira. Há um registo de mais 32 novos infetados com o SARS-CoV-2. De acordo com o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, que engloba 11 concelhos, o total acumulado de casos passou a ser de 13 156 com os 32 casos a serem reportados em Abrantes (12), Alcanena (3), Constância (2), Mação (1), Ourém (9), Tomar (2) e Torres Novas (3).

No que diz respeito ao número de recuperados mantém-se o mesmo número de ontem, 12 587 registos, assim como o número de óbitos (378) continua inalterado.

Desta forma o número de casos ativos é, nesta quarta-feira, de 191. Estão localizados em Abrantes (59), Alcanena (17), Constância (16), Entroncamento (16), Mação (1), Ourém (23), Sardoal (17), Tomar (20), Torres Novas (16) e Vila Nova da Barquinha (3). Ferreira do Zêzere continua a ser o único concelho da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo que se mantém sem qualquer pessoa infetada.

Os casos registados em Abrantes estão localizados em Tramagal e cujo foco de contágio tem origem num jovem do concelho de Constância. Este jovem frequenta atividades desportivas em Tramagal, pelo que há neste dia mais quatro jovens e oito adultos infetados, de acordo com dados da USPMT.

O presidente da Câmara de Abrantes confirma estes casos e apela a que a população cumpra as medidas da Direção-Geral de Saúde porque o vírus ainda não se foi embora. O autarca mostra-se ainda preocupado porque o concelho tem a dia de hoje 59 casos ativos o que aproxima o concelho dos limites da matriz do índice de risco de transmissibilidade.

 Manuel Jorge Valamatos, presidente CM Abrantes

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, revela que os números começam a ser preocupantes. E se esta região de saúde é, em Lisboa e Vale do Tejo, a que tem menos casos por 100 mil habitantes o caso pode mudar de figura porque os números estão a subir todos os dias.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora USPMT

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas, o maior número desde 24 de fevereiro, e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde indica que estão hoje menos 13 pessoas em enfermaria hospitalar, somando agora 437.

Já nas unidades de cuidados intensivos estão 100 doentes, menos um em relação a terça-feira.

Mais de metade dos novos casos de infeção (964) continua a ser registada na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se verificaram também as três mortes.

2021-06-23