ESPECIAL COVID-19

COVID-19: Médio Tejo com mais 97 infetados e 81 recuperados

2020-12-04

O território do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo registou nesta sexta-feira mais 97 casos de pessoas infetadas com o coronavírus, fazendo com que os números globais estejam agora nos 3279 infetados. Nesta sexta-feira há também a registar mais 81 pessoas recuperadas da infeção provocada pelo SARS-Cov-2, sendo que 56 dizem respeito ao concelho de Ourém e 25 ao de Ferreira do Zêzere.

Quanto aos casos positivos desta sexta-feira, o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo regista casos em Abrantes (6), Constância (2), Entroncamento (20), Ferreira do Zêzere (3), Ourém (33), Sardoal (1), Tomar (8), Torres Novas (8) e Vila Nova da Barquinha (16). A Antena Livre conseguiu saber que os casos de hoje do Entroncamento e de Vila Nova da Barquinha resultam de uma atualização de dados enquanto que em Ourém há um novo surto identificado. Há muitos contágios comunitários o que faz com que surjam casos, alguns isolados, nos vários concelhos que integram esta Unidade de Saúde Pública.

No que diz respeito a vigilâncias ativas o relatório do Médio Tejo dá conta de 589 pessoas que estão confinadas por terem sido contactos diretos de infetados com o SARS-Cov-2. Estas vigilâncias estão registadas pela autoridade de saúde em Abrantes (65), Alcanena (43), Constância (6), Entroncamento (57), Ferreira do Zêzere (6), Mação (11), Ourém (126), Sardoal (8), Tomar (142), Torres Novas (92) e Vila Nova da Barquinha (33). As vigilâncias ativas são definidas pela autoridade de saúde consoante uma avaliação nos graus de risco desses contactos.

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.

Medidas a ter em conta até à próxima terça-feira
As medidas gerais para todo país passam pela proibição de circular entre concelhos entre as 23:00 de 04 de dezembro e as 23:59 de 08 de dezembro.
Na véspera do feriado não haverá aulas e a função pública terá tolerância de ponto. O Governo apelou também ao setor privado para dispensar trabalhadores nestes dois dias
As máscaras são obrigatórias nos locais de trabalho.
Nos 127 concelhos classificados como de risco “extremamente elevado” e “muito elevado” continuará a vigorar o recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 nos dias úteis, bem como entre as 13:00 e as 05:00 no fim de semana de 05 e 06 de dezembro, e no feriado de 08 de dezembro.
Na véspera do feriado, os estabelecimentos comerciais vão estar encerrados a partir das 15:00 nestes 127 concelhos.
Os 47 concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes são os classificados com risco “extremamente elevado”, enquanto os municípios com risco “muito elevado”, entre 480 e 960 casos por 100 mil habitantes, são 80.
Nos 86 concelhos considerados de “risco elevado” (entre 240 e 480 casos por 100 mil habitantes) o recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 vigorará nos sete dias da semana.
Nos dias úteis, os estabelecimentos continuam a encerrar às 22:00, à exceção de restaurantes, equipamentos culturais e instalações desportivas que podem encerrar às 22:30.

2020-12-04