ESPECIAL COVID-19

Covid-19: Médio Tejo com novo caso de infeção em Sardoal e menos um em Abrantes (C/ÁUDIO)

2020-05-28
DR: ACES Médio Tejo
DR: ACES Médio Tejo

Mais um caso e menos um caso. É este o balanço da situação relativa à Covid-19 nas últimas 24 horas nos concelhos que pertencem ao Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.

Esta quinta-feira, 28 de maio, mantém-se em 200 o número total de infetados pelo novo coronavírus na região.

No entanto, neste valor está incluído mais um caso esta quinta-feira, no concelho de Sardoal (de uma senhora que tem residência no concelho mas que está em Lisboa). A justificação de o número cumulativo de casos não ter aumentado deve-se ao facto de no concelho de Abrantes, em comparação com o dia de ontem, haver menos um caso positivo de Covid-19, isto porque, segundo refere o ACES Médio Tejo, foi feito um contra-teste a uma senhora que esteve em contacto com os casos positivos do surto que surgiu na residência de idosos não legalizada em Carvalhal, tendo esse contra-teste feito a essa senhora dado resultado negativo.

A delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, Maria dos Anjos Esperança, explicou esta situação de hoje à Antena Livre:

No total, dos 200 casos cumulativos na região, 88 estão ativos: 20 em Abrantes, 3 em Alcanena, 3 em Constância, 9 no Entroncamento, 1 em Mação, 1 em Sardoal, 14 em Ourém, 5 em Tomar e 32 em Torres Novas.

Há também hoje um aumento de pessoas em situação de vigilância ativa por parte das autoridades de saúde, isto por por terem estado em contacto com casos positivos. São mais 8 vigilâncias ativas: duas em Abrantes, uma no Entroncamento, uma em Ourém e quatro em Torres Novas.

Por sua vez, hoje há a registar também mais duas pessoas que tiveram alta da situação de vigilância ativa por parte das autoridades de saúde. No total, já 642 pessoas tiveram alta desta vigilância. 

Relativamente aos casos de pessoas que já recuperaram da doença, o número mantém-se inalterado, perfazendo um total de 112 casos.

Relativamente ao número de casos de infeção por Covid-19 e às possíveis discrepâncias existentes, Maria dos Anjos Esperança esclareceu como se procede à contabilização dos casos e deixou a justificação para essas diferenças: 

E perante a procura por parte das pessoas de praias fluviais e espaços de lazer, Maria dos Anjos Esperança reforça a necessidade de bom senso para que tudo corra pelo melhor.

"Face àquilo que estamos a viver, a consciência das pessoas deve-lhes ditar que não é natural irem muitas pessoas para um sítio, que não é natural haver a convivência tão próxima como há, que não é natural a frequência de locais que não sabemos se podemos estar seguros", alertou a responsável:

 

Veja aqui o número cumulativo de casos positivos por concelho e número atual de vigilâncias ativas:

Consulte também os casos positivos e os recuperados por concelho:

 

(Fonte Gráficos: ACES Médio Tejo)

 

Texto: Ana Rita Cristóvão

Áudio: Jerónimo Belo Jorge

2020-05-28