ESPECIAL COVID-19

Gavião: Cinco casos de Covid-19 em Belver

2020-07-30
Foto: Antena Livre
Foto: Antena Livre

O concelho de Gavião regista os primeiros casos de Covid-19. Os casos de infeção estão, para já, confinados à freguesia de Belver e trata-se de cinco confirmações.

José Pio, presidente da Câmara Municipal de Gavião confirmou à Antena Livre que “os casos estão todos relacionados e são três funcionárias do Centro Social Belverense e duas utentes” dos cuidados domiciliários.

“Neste momento há muita gente a ser testada. Desde todos os utentes do Centro Social aos familiares diretos das pessoas infetadas e partiremos para uma testagem ainda maior nos próximos dias”, avançou o autarca que esclareceu que irão ser testadas as pessoas que são contactos das que agora deram positivo.

José Pio afirmou que a Autarquia está preparadas para o que vier a acontecer mas “acreditamos que as coisas estão bem encaminhadas, sabendo que irão aparecer mais um ou dois casos, como é óbvio”.

Os cinco casos confirmados “estão assintomáticos, com os familiares nas residências, em isolamento, até saberem os resultados dos testes que já foram feitos”.

Até ao momento, dos 20 testes feitos esta quarta-feira e cujos resultados já são conhecidos, “deram todos negativo, exceto um que deu inconclusivo. São todos de funcionários da instituição, faltando apenas conhecer os resultados de sete ou oito que foram testados esta manhã”.

Quanto à origem do foco de infeção, José Pio reconheceu ser “muito difícil, neste momento, estar já a avaliar o que se terá passado” mas admite que, sem qualquer confirmação oficial, “tudo aponta para uma utente em domicílio que faz hemodiálise dia sim, dia não em Abrantes e que é transportada pelos bombeiros de Ponte de Sôr. Todas as ligações até ao momento apontam nesse sentido. Terá sido essa utente o veículo transmissor para as funcionárias do Centro mas, como disse, não passa de uma hipótese”.

Os casos de infeção foram conhecidos quando “uma senhora teve uma doença súbita, foi ao Hospital de Abrantes e havia necessidade de internamento. Para o internamento é necessário fazer o teste e deu positivo, o que levou à testagem das pessoas do serviço de domicílio, que são quatro, e três deram positivo”. Inicialmente, disse o presidente da Câmara, “pensou-se que o contágio viria desse caso” mas como se testaram os restantes utentes do serviço domiciliário, “houve outra que deu positivo e foi aí que se começou a perceber que o foco de contágio” poderia ter vindo desta segunda utente, no caso, a última dos cinco a ser detetada.

Nesta primeira fase, serão efetuados mais de 50 testes na freguesia de Belver. Esta quinta-feira a carrinha da Saúde Móvel, com uma equipa de enfermagem, testou todos os utentes que estão a receber o de apoio domiciliário do Centro Social. Na sexta-feira, serão testados todos os utente da ERPI - Estrutura Residencial para Idosos “e depois, dependendo dos resultados, alargamos o espectro para testar todos os contactos”.

 

2020-07-30