Município Abrantes
PUB

Covid-19: Internamentos em enfermaria sobem, 8.833 novas infeções e mais 25 mortos

2/03/2022 às 15:18

Portugal registou 8.833 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 25 óbitos associados à covid-19 e um aumento nos internamentos em enfermaria, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário da DGS, hoje estão internadas 1.400 pessoas, mais 42 do que na terça-feira, enquanto nas unidades de cuidados intensivos estão 90 doentes, menos seis, embora nem todos os internamentos se devam à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

O número de casos ativos subiu hoje para 473.541, mais 8.129 do que na terça-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 679 pessoas, para um total de 2.787.805 desde o início da pandemia.

 

Das 25 mortes, nove aconteceram na região do Norte, outras nove no Centro, três em Lisboa e Vale do Tejo, outras três na Região Autónoma da Madeira e uma no Algarve.

Por faixas etárias, morreram 14 idosos com mais de 80 anos, nove pessoas entre os 70 e 79 anos, uma entre os 60 e os 69 e outra entre os 50 e 59 anos.

A maior parte dos novos contágios foi diagnosticada na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 3.452 infeções, seguindo-se o Centro, com mais 1.663, o Norte (1.569), os Açores (622), o Algarve (581), a Madeira (479) e o Alentejo (467).

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 1.162.305 casos e 8.742 mortes.

Na região Norte registaram-se 1.232.942 infeções e 6.466 óbitos e a região Centro tem agora um total acumulado de 495.626 infeções e 3.752 mortes.

O Algarve totaliza 135.269 contágios e 691 óbitos e o Alentejo soma 118.467 casos e 1.179 mortos por covid-19.

A Região Autónoma da Madeira soma desde o início da pandemia 79.407 infeções e 188 mortes e o arquipélago dos Açores 58.441 casos e 93 óbitos.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

De acordo com DGS, foram contabilizados 1.527.202 casos de infeção em homens e 1.752.339 em mulheres, havendo 2.916 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Desde março de 2020 morreram 11.109 homens e 10.002 mulheres de covid-19.

 

Incidência continua a descer mas índice de transmissibilidade aumenta

O índice de transmissibilidade (Rt) nacional do coronavírus SARS-CoV-2 registou um ligeiro aumento, para 0,76, e a incidência de infeções voltou a baixar, estando agora nos 1.638,1 casos por 100 mil habitantes, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde.

Segundo o boletim diário sobre a evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, a taxa de incidência a nível nacional passou de 1.806,8 casos de infeção por 100 mil habitantes a 14 dias na segunda-feira para os 1.638,1 contabilizados hoje.

Considerando apenas Portugal continental, este indicador registou também uma descida de 1.728 casos por 100 mil habitantes para 1.557,3.

O Rt - que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus - estava em 0,75 na segunda-feira e aumentou ligeiramente a nível nacional, para 0,76, tendo também subido em Portugal continental de 0,73 para 0,75.

Os dados do Rt e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias - indicadores que compõem a matriz de risco de acompanhamento da pandemia - são atualizados pelas autoridades de saúde à segunda-feira, à quarta-feira e à sexta-feira.

Desde março de 2020 ficaram infetadas em Portugal pelo menos 3.282.457 pessoas com o SARS-CoV-2 e foram declaradas 21.111 mortes associadas à covid-19.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

C/ Lusa e DGS 

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - outubro 2022
Jornal de Abrantes - outubro 2022
PUB