ESPECIAL COVID-19

Médio Tejo com mais 111 infetados e 1049 pessoas em isolamento profilático (C/ÁUDIO)

2021-01-12

A área do Médio Tejo tem um registo de mais 111 casos positivos de pessoas que fizeram o teste cujo resultado foi positivo. De acordo com o relatório epidemiológico o total acumulado de casos positivos fica hoje nas 6749 pessoas que já foram infetadas desde o início da pandemia. Os casos desta terça-feira foram registados em Abrantes (9), Entroncamento (18), Ferreira do Zêzere (10), Ourém (6), Tomar (51), Torres Novas (14) e Vila Nova Barquinha (3).

No que diz respeito aos recuperados o número assinalado pela Autoridade de Saúde do Médio Tejo aponta para 4455 pessoas que deixaram de estar confinadas com a Covid-19.

O total de vigilâncias ativas de acordo com os dados da Saúde Pública indicam que foram colocadas em vigilância 5698 pessoas, das quais já tiveram alta 4676 pessoas. De referir que estas pessoas têm obrigação de estar confinados em casa até terem alta da Autoridade de Saúde Pública.

Estes confinamentos estão localizados em Abrantes (64), Alcanena (132), Constância (23), Entroncamento (32), Ferreira Zêzere (73), Mação (138), Ourém (154), Tomar (207), Torres Novas (132) e Vila Nova da Barquinha (37).

 

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, salienta que os números continuam muito altos na região e que há muitas escolas com casos positivos. Escolas desde os mais pequenos aos mais velhos. E depois há, segundo a delegada de saúde, muitas famílias infetadas que é o resultado de festas de Natal.

Maria dos Anjos Esperança

A Direção-Geral da Saúde divulgou hoje novo mapa de risco de contágio e os números não são animadores. Em cada seis concelhos um está no grupo de risco extremo de contágio. Na região, os concelhos de Mação e Torres Novas juntam-se a Gavião, Nisa e Mora no nível mais elevado, ou sejam, mais de 960 novos infetados por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

2021-01-12