ESPECIAL COVID-19

Lares de Constância e Santa Margarida com seis funcionárias infetadas com o coronavírus (ATUALIZADA C/ÁUDIO)

2020-10-24

Os lares de São João (Constância) e de Santa Margaridaia tem seis funcionárias infetadas com o SARS-COV-2. De acordo com uma informação divulgada ao final da tarde deste sábado pelo Município de Constância divulgou uma informação oficial em que dá conta deste facto.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância, disse à Antena Livre que tomou conhecimento destes seis casos no seguimento do programa de testagem que as autarquias têm vindo a fazer, regularmente, a estes profissionais. Ao saber dos seis casos positivos de imediato reuniu a Comissão Municipal de Proteção Civil para decidir os próximos passos a dar.
De acordo com o autarca e com a autoridade de Saúde Pública há a confirmação que todos os funcionários e utentes dos dois lares lares de São João (Constância) e de Santa Margaridaia vão fazer testes na próxima segunda-feira. Trata-se de um universo de 120 pessoas que vão ser sujeitas aos testes ao coronavírus.
Sérgio Oliveira deixa o apelo a todos os habitantes do concelho, e da região, para que cumpram as regras de distanciamento social e uso de máscara. “Este vírus não anda só nos grandes centros”.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância

Comunicado da Câmara Municipal de Constância 

“Conhecidos os resultados dos testes efetuados a um grupo de funcionários da Santa Casa da Misericórdia de Constância, tomámos conhecimento que há 6 pessoas que testaram positivo à COVID 19.

A comissão restrita da Comissão Municipal de Proteção Civil já reuniu esta tarde, para tomar as diligências necessárias face à situação.

Conforme indicação da Direção-Geral de Saúde, na próxima segunda-feira serão testados todos os idosos dos Lares de São João e de Santa Margarida e os funcionários da Instituição.

Apelamos à calma e serenidade da população, as entidades responsáveis estão no terreno a acompanhar a situação, fazendo o melhor possível em prol da nossa comunidade.

Recomendamos a todos e a todas que continuem a cumprir rigorosamente as orientações da Direção-Geral de Saúde”.

2020-10-24