Município Abrantes
PUB

Óbito: Morreu Fernando Chalana. Zé Neves e Orlando Marchão recordam "o pequeno génio" em Abrantes (C/áudio)

10/08/2022 às 12:22
Crédito foto: Manuel Chambel

Fernando Chalana faleceu, aos 63 anos, na madrugada desta quarta-feira, 10 de agosto. A informação foi avançada na manhã desta quarta-feira pelo Sport Lisboa e Benfica no seu site.

Na publicação pode ler-se que “um dos grandes e eternos nomes da Mística do Sport Lisboa e Benfica, ingressou no Clube aos 15 anos e representou-o, primeiro como jogador, durante 13 épocas (1974-1984 e 1987-1990), e depois, durante largos anos, como elemento técnico ligado ao futebol.”

Natural do Barreiro, onde nasceu no dia 10 de fevereiro de 1959, Fernando Chalana vestiu oficialmente a camisola do Benfica pela primeira vez no dia 7 de março de 1976, com apenas 17 anos e 25 dias. Até àquela data, nunca ninguém tão jovem havia atuado na 1.ª Divisão portuguesa.

Fernando Chalana veio várias vezes a Abrantes, tendo jogado futebol de salão em torneios de verão em Rossio ao Sul do Tejo.

Crédito foto: Manuel Chambel

Em pé esq/dir: João Vilela (GR), Orlando Marchão, Sousa Fernandes, Feio (GR), Albino e Zė dos Fatos.

Em baixo: João Santos, Zé Neves, Fernando Chalana e o também falecido Pereirinha.

Orlando Marchão fazia parte desta equipa, na década de 80, e recordou esses momentos em que dividiu o ringue desportivo com o “pequeno génio”. Orlando Marchão lembrou a humildade do esquerdino do Benfica, Bordéus e da seleção nacional.

E depois vêm as memórias do Chalana a jogar pelo Benfica ou pela seleção portuguesa nomeadamente no Europeu de 1984. Chalana foi influente na equipa de Portugal nesse Europeu, tendo inclusivamente integrado o melhor "onze" do torneio.

 

Orlando Marchão

Crédito foto: Desporto em Abrantes

Zé Neves é outro abrantino que defrontou o Benfica de Chalana nuns quartos de final da Taça de Portugal, quando jogava no Benfica de Castelo Branco.

Depois recordou a presença do Chalana num torneio de futebol de salão em Rossio ao Sul do Tejo e vincou a humildade do jogador que estava a caminho do Bordéus.

Zé Neves confidenciou ainda uma das paixões do “pequeno génio” fora dos campos de futebol e do mediatismo: a pesca. E adiantou que partilharam momentos neste gosto comum que assenta no simples lançamento da linha ou na alegria de tirar um peixe da água.

Fernando Chalana foi também patrono do Torneio Internacional de Iniciados de Abrantes em 2008. Na altura, Fernando Chalana mostrava-se bastante preocupado com a “invasão” de futebolistas estrangeiros em Portugal e pediu a intervenção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). À época, Chalana era adjunto de Quique Flores no Benfica e esteve no Torneio Internacional de Iniciados em Abrantes como patrono desta prova.

Zé Neves

Fernando Chalana ingressou no Benfica aos 15 anos e representou-o, primeiro como durante 13 épocas (1974-1984 e 1987-1990), passou pelo Bordéus (1984/1987) e terminou a carreira no Estrela da Amadora. Como curiosidade o primeiro golo apontado por Chalana aconteceu em 1979, contra a Académica de Coimbra equipa a quem marcou o último golo da sua carreira em 1991 quando vestia a camisola da equipa amadorense.

Fernando Chalana era chamado como o “pequeno génio”, mas tinha uma outra alcunha que dizem que muito gostava “Chalanix”, por analogia com o pequeno gaulês “Asterix”.

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - outubro 2022
Jornal de Abrantes - outubro 2022
PUB