Município Abrantes
PUB

Abrantes: Executivo aprova reinstalação de empresa e presta apoio a uma nova

11/12/2018 às 00:00

A candidatura à instalação de uma empresa na Zona Industrial Norte e uma outra no Parque Tecnológico do Vale do Tejo foi hoje aprovada, por unanimidade, na reunião de Câmara de Abrantes.

A empresa, FC2TEC – Manutenção Industrial, lda, destinada à fabricação de estruturas de construção metálicas e de fabricação de portas e manutenção industrial, está instalada num pavilhão alugado e pretende agora um novo lote na Zona Industrial Norte. “Devido ao volume de trabalho existente, [a empresa] necessita de melhores e maiores instalações”, pode ler-se na informação do Município.

A FC2TEC foi constituída em 2016, tem quinze trabalhadores e com a construção das novas instalações, prevê criar mais três postos de trabalho.

Por sua vez, a empresa NULL PROBLEM CONSULTING concorreu ao regulamento que estimula o emprego qualificado no Parque Tecnológico do Vale do Tejo e vai criar um posto de trabalho. No caso concreto, trata-se de um abrantino, com licenciatura em engenharia eletrónica e mestre em engenharia de Redes de Comunicação, pelo Instituto Superior Técnico.

No final da reunião, Maria do Céu Albuquerque, presidente da CMA, disse congratular-se “com o facto de haver uma atividade económica pujante no nosso concelho”.

“A dinâmica das nossas empresas é muito importante. Ao longo dos anos de crise, temos vindo a acompanhar a sua resiliência, a sua capacidade de adaptação a novas condições e congratulamo-nos com o facto de a economia portuguesa estar a dar sinais claros de vitalidade”, salientou a autarca.

Na reunião de câmara, foi ainda aprovado a prorrogação de prazo de instalação da empresa Abranfrio, em Abrantes, e Abrancop, em Tramagal. “Há ainda duas empresas que já têm lotes de terreno, uma no Tramagal e outra em Abrantes e que agora vêm pedir a prorrogação do prazo para criarem as melhores condições para se instalarem. E, portanto, é sinal que não estão a desinvestir e estão a criar condições para fazer acontecer”, explicou Maria do Céu Albuquerque.  

A autarca abrantina terminou, dando conta que estas empresas “querem criar condições para poderem corresponder àquilo que são as estratégias desta nova fase de desenvolvimento do nosso país”.

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2022
Jornal de Abrantes - julho 2022
PUB