Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Como será a Receita dos Casinos no 4º Trimestre em relação aos anteriores?

7/12/2023 às 19:36
Photo by Drew Rae

Em termos de crescimento de mercado, poucos estão a protagonizar uma subida tão acentuada quanto o mercado de casinos online em Portugal. Tendo um crescimento superior a 20% a cada ano que passa, os próprios operadores conseguem gerar receitas na ordem dos 60%. Tudo isto face a trimestres em 2023 que ultrapassam os 200 milhões de euros em receitas. Porém, o que se poderá esperar face ao último trimestre do ano?

Na verdade, analisando os dados dos últimos anos, a realidade é que o 4º e último trimestre do ano costuma ser de enorme sucesso e procura para o mercado nacional. Tudo porque não só o tempo não convida tanto a atividades fora de casa, mas também porque a componente das festas e até dos muitos Campeonatos de futebol que se desenrolam convidam para que se possa apostar online. Ou até mesmo arriscar a sua sorte dentro de um espírito de festas e de tanta esperança.

Quais serão os números do 4º trimestre dos Casinos legais em Portugal?

Se a lista de casinos online licenciados em Portugal está a aumentar, como exposto pelo melhorescasinosonline.com, a realidade é que a contribuição para o enorme volume de apostas gerados nos casinos e casas de apostas licenciadas não é igual para todos. Basta relembrar que já existem sites de apostas e casinos que estão presentes no mercado regulamentado em Portugal desde o seu início: em 2015.

Desse jeito, avaliando pelo desempenho dos primeiros trimestres deste ano, é de prever que este próximo 4º trimestre de 2023 verifique um volume de apostas em casino e apostas online que seja superior a 200 milhões de euros em receitas. Tal significa que os jogadores portugueses apostam vários milhões de euros nos operadores licenciados online. Tal fenómeno nunca foi tão grande, levando a que outros dos melhores sites de casino e casa de apostas também demonstrem um grande interesse em poderem entrar neste mercado regulado português.

 

350 milhões em receitas de Apostas Desportivas em Portugal

Sem dúvida alguma que não somente os casinos online conseguem gerar uma procura gigante pelo que oferecem nas suas plataformas. Ou seja, até mais do que nos casinos online, os apostadores portugueses preferem testar o seu conhecimento nas apostas desportivas online. Logo, se os casinos verificaram uma receita bruta superior a 200 milhões no segundo trimestre do ano. Porém, como revisto pelo dinheirovivo.pt - também é importante não ignorar o enorme sucesso que os sites de apostas legais em Portugal estão a verificar, mesmo com cortes nas despesas. Com um volume bem superior a 300 milhões, a realidade é que com este número será muito mais complicado determinarmos o volume de receitas gerado por este montante.

Tudo porque a margem do site de apostas legal em Portugal nem sempre é tão elevado como nos casinos online. Ainda assim, sabe-se que são nas apostas em futebol que os portugueses mais geram volume nesses mesmos sites. Para que se tenha uma ideia, quase 70% desses 300 milhões gerados foram reservados para apostas em futebol. Ora, mesmo com a popularidade das apostas em ténis, lutas e até apostas na NBA, a verdade é que o futebol ainda é o “desporto rei”, mesmo no momento de se poder apostar. Mas quais os motivos para tal acontecer? Estas são as explicações:

 

  • Apostadores preferem apostar em jogos e equipas que conhecem – tal ajudará a que seja possível detetar diferentes oportunidades dentro do mercado.
  • Maior número de mercados de apostas – esta é uma enorme vantagem caso queira ir mais além do que somente apostar no vencedor de uma partida.
  • Possibilidade de realizar apostas de maior valor – se for um apostador mais experiente, somente poderá apostar milhares de euros nos jogos mais aguardados de futebol.
  • Muitos bónus e promoções reservadas para futebol – certamente se tiver apostas grátis ou odds aumentadas nos mercados, é natural que possa dar preferência às apostas em futebol.

 

Quanto o Estado Português consegue arrecadar de Receita de Jogo?

Se durante mais de uma década o Estado português não conseguia taxar qualquer tipo de imposto pelas operações de apostas e jogos de casino online, desde 2015 que a realidade é bastante diferente. Mesmo que ainda exista a presença de muitos operadores que não estão sequer licenciados em Portugal – motivando um grande risco ao apostador – a verdade é que os mais de 50 milhões de euros anuais em receitas fiscais é um número que significa um enorme sucesso de todo este licenciamento.

Sabendo-se que a regulamentação das apostas e jogo online em Portugal está presente em Decreto de Lei, no Diário da República, de certo que essa licença de jogo tem sido um enorme sucesso para ambas as partes. Ainda que na componente do jogador, a verdade é que ainda muitos sites relevantes no mercado não estão presentes. Tal significa que nem sempre os jogos de casino favoritos de última geração estão presente.  Já para não esquecer da enorme limitação que existe na oferta de jogos de casino ao vivo. Algo que é um verdadeiro fenómeno no estrangeiro.

 

Vai existir uma renovação da regulamentação do mercado de apostas?

 

De facto, esta é uma questão que está a ser colocada há já vários anos. É importante notar que, apesar de todo este crescimento e enormes receitas do Estado, em termos fiscais, a limitação que os jogadores e apostadores portugueses ainda sentem não poderá ser ignorada. Ao ponto de que componentes como o trading de apostas desportivas e os muitos jogos de casino ao vivo não estarem presentes nesse licenciamento. Tal resulta em que os sites legais em Portugal não possam oferecer essas possibilidades.

Vale a pena relembrar que esta regulamentação de mercado foi criada numa situação em que o mercado de apostas desportivas e jogos de casino online era bastante diferente. Por exemplo, a componente de criptomoedas nos casinos online nem se punha, uma vez que esse era um mercado de nicho. Também por isso espera-se que o mercado nacional possa crescer mais.

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB