Município Abrantes
PUB

Central Pego: EDP e Endesa apresentam propostas à reconversão da Central do Pego

18/01/2022 às 15:07

A EDP e a Endesa confirmaram hoje que estão na corrida à reconversão da central do Pego, Abrantes, cuja produção termoelétrica a carvão encerrou oficialmente em 30 de novembro, sem avançar detalhes sobre os projetos submetidos a concurso público.

“A EDP confirma que apresentou candidatura à reconversão da Central do Pego”, disse a elétrica, em resposta escrita à Lusa, acrescentando que, neste momento, não está a adiantar mais informação sobre o tema.

Contactada pela Lusa, também a Endesa confirmou ter apresentado um projeto ao concurso público, sem avançar mais detalhes.

O prazo do concurso público promovido pelo Governo para a atribuição do ponto de ligação à rede elétrica da Central Termoelétrica do Pego, em Abrantes, terminou na segunda-feira às 23:59, após quase quatro meses aberto para receção de candidaturas.

O fim da produção de energia a carvão da central termoelétrica da Tejo Energia estava oficialmente marcado para 30 de novembro de 2021, mas com o esgotamento dos ‘stocks’ de carvão na empresa, no dia 19 de novembro, a central já não foi reativada.

O Governo iniciou um processo de concurso público para a atribuição do ponto de ligação à rede elétrica, que abriu o prazo para receção de candidaturas em 20 de setembro.

De acordo com o calendário publicado, segue-se agora o período para que o júri do concurso solicite o suprimento de irregularidades por falta de “formalidades não essenciais, caso existam, e para os concorrentes as regularizarem.

O relatório preliminar do júri deverá ser publicado na página na internet da Direção-Geral de Energia e Geologia, (DGEG), no dia 07 de fevereiro, e o final no dia 21 do mesmo mês.

O adjudicatário do direito de reserva de capacidade de injeção na Rede Elétrica de Serviço Público (RESP) deverá ser notificado pela DGEG em 23 de fevereiro, dois dias úteis após o encerramento da fase de avaliação.

No final de novembro, o presidente executivo (CEO) da EDP, Miguel Stilwell d’Andrade, disse que a empresa estava a avaliar concorrer à reconversão da central a carvão do Pego e que avançaria se conseguisse uma proposta competitiva.

A informação foi avançada aos jornalistas pelo líder do grupo EDP, à margem da cerimónia de inauguração do primeiro parque eólico da elétrica na Grécia.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - agosto 2022
Jornal de Abrantes - agosto 2022
PUB