ESPECIAL COVID-19

"Leve, fresca, aromatizada e picante". É assim o novo 'flavour' da cerveja artesanal Ermida (C/ÁUDIO E FOTOS)

2021-10-25

Fresca, leve e para todos. É desta forma que Rui Rei apresenta a nova Cerveja Ermida “Cidade Florida”, lançada no dia 21 de outubro. “É uma cerveja que acompanha bem uma refeição e até um doce, como a Palha de Abrantes” explica o cervejeiro que lançou a marca de cerveja artesanal Ermida em maio de 2014.

As experiências vão-se sucedendo e Rui Reis já lançou mais de 15 gamas de cerveja ou 15 “flavours”, cada um com uma particularidade diferenciadora destinada aos apreciadores de cerveja artesanal que é, naturalmente, muito diferente da cerveja comercial que conhecemos.

Desta vez Rui Reis foi “empurrado” por Luís Peixoto, o médico que é apreciador de cerveja artesanal e consumidor das Ermida.

A “Cidade Florida” pretende ser uma cerveja para todos. Com sabores e odores a tília, laranja e limão e o toque picante do gengibre. Um mês, um mês e meio de estágio e foi lançada na semana passada.

O cervejeiro disse que a ideia lhe surgiu num dia de primavera em que abriu as portas de casa e respirou Abrantes, com os cheiros das flores de tília. Foi aí que pensou num novo sabor que a pandemia empurrou para a gaveta, mas que saiu bem a tempo de fazer o lançamento.

Nesta primeira edição de “Cidade Florida” a produção foi de cerca de 200 litros e Rui Reis faz questão de dizer que a água da cerveja é de Abrantes, “da que corre na torneira”. Não há, por isso, qualquer truque ou especialidade na água “com que produzimos a nossa cerveja”. E sublinha “é um compromisso meu, usar água de Abrantes sem ser trabalhada”.

Disponível no Crispean’s, o bar que é o santuário da Ermida e da cerveja artesanal, e em garrafa de 0,75 e 0,33 litros com a particularidade de ter um segundo rótulo em cima da tampa. É também uma homenagem à cidade de Abrantes porque coloca as flores coloridas em mais um produto que pode muito bem “vender” mais a Estrada Nacional 2, já que há muitos turistas que por ali [Crispean’s] passam para carimbar o passaporte amarelo e provam um dos sabores disponíveis.

Acima de tudo esta “Cidade Florida” pretende chegar ao cliente que possa não apreciar sabores mais fortes e amargos ou cervejas mais pesadas e com maiores teores alcoólicos. “Esta tem 5% de álcool e bebe-se muito bem”, diz Rui Reis apontado para o quadro no bar onde tem a descrição e as características de todas as suas cervejas.

Desde 2014 são vários sabores produzidos e colocados no mercado: Trigo, Belgium Ale, Stout, IPA, Trigo/Framboesa, Reserva, Imperial Stout entre outras. E há a garantia do cervejeiro que a Ermida não tem corantes nem conservantes e não é uma cerveja pasteurizada.

Neste momento Rui Reis tem disponíveis no seu bar dez torneiras de cerveja com outros tantos sabores da Ermida. E acrescenta, em garrafa, outras cervejas artesanais produzidas em Portugal.

A pandemia obrigou os empresários a ajustar as suas produções. Foi nesse sentido que a Ermida passou a ser vendida para fora, pelo cancelamento de feiras e eventos em que estaria presente. “Fizemos muitas vendas e correu bem. As pessoas estiveram mais em casa e vendemos mais para esse consumo doméstico”, acrescenta Rui Reis deixando o registo de que a Ermida não ficou com stocks excedentários.

Rui Reis, cervejeiro

Luís Peixoto, o “padrinho” da Ermida “Cidade Florida”

Luís Peixoto é um apreciador de cerveja artesanal. É cliente habitual do Crispean’s e faz questão de dizer logo que a sua favorita é a “IPA” porque “não se bebe. Come-se”.

O médico foi o padrinho desta “Cidade Florida”. É assim que o cervejeiro o trata e Luís Peixoto diz que não fez nada demais. “O mérito é todo do Rui, eu apenas lhe dei o empurrão final para tirar a receita da gaveta e a por em produção. E fazer com que ele não se deixasse dormir sobre isso”. E depois diz que também deu algumas opiniões. “Uma cerveja acessível a qualquer pessoa. Não é uma cerveja para especialistas, porque para esses o Rui já cá tem muitas. Esta tinha de ser uma cerveja fácil de beber, que agradasse a qualquer pessoa que minimamente goste de cerveja e que não fosse igual a nenhuma cerveja que já existisse”.

E depois de a provar confirmou isso mesmo: “Tem características próprias, tem a presença da tília [daí a cidade florida porque Abrantes tem muitas tílias] e pronto, é muito agradável de beber”.

Luís Peixoto, "padrinho" da "Ermida Cidade Florida"

O lançamento da Ermida “Cidade Florida” foi feito com a presença de alguns convidados, entre eles o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, e amigos do produtor Rui Reis.

A Ermida começou a ser produzida em 2014 e a sua comercialização era feita, grosso modo, em feiras de artesanato e eventos da região. Com a pandemia Rui Reis abriu o Crispean’s, em Alferrarede, como bar com venda exclusiva de cerveja artesanal.

A unidade de produção da Ermida continua a ser a rua da Estação, em Alferrarede, de onde saem cerca de 15 tipos de cerveja das quais uma dezena correm nas torneiras do bar. 

2021-10-25