ESPECIAL COVID-19

Opticalia abre loja em Abrantes em tempo de pandemia

2021-02-27

Mesmo em tempos de pandemia e com o segundo confinamento geral do país o Centro Ótico da Linha não se assustou e manteve a estratégia de crescimento da empresa da zona de Sintra para as bandas de Abrantes. Desta forma abriu este sábado, dia 27 de fevereiro, a loja Opticalia Abrantes by Centro Ótico da Linha, na rua do Montepio.

Sem festas ou inauguração em larga escala, impedidas pelo período de fecho geral do país para travar a progressão do coronavírus, as portas abriram às 09:30 da manhã e mostraram o novo espaço comercial do centro histórico de Abrantes. Trata-se de uma ótica que vem trazer, de acordo com o empresário, aquilo que faltava nesta cidade e região, onde existem outras marcas e lojas instaladas. Pedro Crua, o empresário parceiro da rede de mais de 270 espaços comerciais em Portugal, diz que esta loja acrescenta o que faltava à cidade. Principalmente nas marcas que comercializa, algumas em exclusivo para o nosso país.

O empresário explicou que a abertura estava prevista no plano de expansão da empresa e o conhecimento que a Célia Almeida tem do mercado no distrito e na cidade foi fulcral par ao projeto avançar. Depois avançou que, para já, a loja fica em permanência com a Célia Almeida e com a optometrista Marta Marinho em permanência, podendo a equipa ter reforços sempre que necessário.

Não avançando com valores deste investimento, mas salientando que foi investimento totalmente pessoal, Pedro Crua destacou o trabalho feito com a equipa que idealizou a remodelação do espaço que ocuparam, misturando o tijolo antigo com as madeiras, conferindo ao espaço aberto um ar “meio londrino” que o empresário diz ter sido uma opção muito bem escolhida. “Tivemos a sorte de ter este espaço disponível, estava no mercado. E as pessoas em Abrantes sabem e conhecem a história deste edifício onde a loja está incluída (Assembleia de Abrantes), uma obra do arquiteto Raul Lino, e tínhamos o desafio de fazer algo diferente do design nos concorrentes”, explicou o responsável que acrescentou a preocupação de não desvirtuar a linha do próprio edifício.

E a solução passou pelo equilíbrio semelhante ao produto (óculos), ou seja, “uma oferta de design a preços não proibitivos. É essa a ideia que pretendemos transmitir. Somos os únicos que comercializamos marcas do grupo Inditex, e outros espanhóis, em exclusivo e a ideia é passar o seu modelo de negócio da parte da roupa, também para os óculos”, explicou o investidor.

Pedro Crua destacou que apesar dos receios que possam existir pro causa da pandemia “nunca olhámos a isso. Num ano abrimos duas lojas em pandemia porque acreditamos nos projetos e aquilo que temos que dar é uma necessidade de todos os dias”. E depois voltou a dizer que a vinda para a cidade de Abrantes, centro histórico, foi saber “que havia espaço para aquilo que vendemos”. E depois vincou a aliança a pessoas “da terra e que quiseram fazer a parceria connosco. A Opticalia investiu”, disse Pedro Crua.

A empresa que investe em Abrantes já tem diversos espaços em Lisboa, na zona de Sintra. Pedro Crua explicou que a Célia Almeida, que trabalha em Abrantes no setor ótico, desafiou o Centro Ótico da Linha a investir, juntamente com ela, em Abrantes. “Como nos conhecíamos e sabíamos as competências profissionais dela foi fácil dizer que sim”.

Já naquilo que é o serviço aponta o normal de um espaço deste género com a venda de óculos e acessórios, assim como a realização de consultas de optometria em permanência. Destacou ainda a abertura aos sábados até depois de almoço (15:30) por forma a criar outras rotinas para os clientes ou quem quer que circule pela cidade. Um horário já a pensar no pós-confinamento que, embora ainda não se saiba quando, haverá de chegar.

A Opticalia Abrantes possui acordo com praticamente todos os seguros e planos de saúde,assim como subsistemas vigentes em Portugal.

2021-02-27