Antena Livre
Deseja receber notificações?

Mação: ULS permite abertura do Centro de Saúde para evitar espera dos utentes na rua (c/áudio)

23/04/2024 às 17:52

As portas do Centro de Saúde de Mação vão, em breve, ao fim de semana abrir antes das 10 da manhã, a hora de abertura da estrutura de saúde que permite aos utentes terem consultas de recurso. Mas a história não é assim simples, de abrir mais cedo e pronto.

A decisão foi articulada esta terça-feira, dia 23 de abril, entre o Município de Mação e o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde (ULS) do Médio Tejo. Mas antes da abertura mais cedo, para que os utentes possam aguardar por uma consulta houve a intenção do Município de Mação instalar uma estrutura, à porta do Centro de Saúde. A ideia seria instalar uma tenda “para dar mais dignidade aos cidadãos que ali esperam por uma ‘ida’ ao médico de recurso” porque, afirmou o presidente da Câmara em reunião do executivo desta terça-feira: “no sábado fui confirmar isso. É uma indignidade o que se passa à porta do Centro de Saúde de Mação com as pessoas ali à espera, ao sol, à chuva, ao vento, ao calor, aos fins de semana. Portanto, já mandei os serviços verem a possibilidade de adquirirmos uma tenda ou uma estrutura para podermos abrigar as pessoas daquela situação. (...) Não me parece que haja vontade das autoridades em abrir o centro de saúde mais cedo para que as pessoas possam estar recolhidas. Também percebo as razões de segurança.”

Mas a imagem que ficou na retina de Vasco Estrela levou a avançar com a proposta em reunião da Câmara.

 

Vasco Estrela, presidente CM Mação

No final da reunião e em declarações à Antena Livre o presidente da Câmara disse ter confirmado presencialmente que às 08 da manhã já estavam à porta do centro de saúde entre 15 a 20 pessoas. “Algumas pessoas sentadas no chão, outras com o carro em cima dos passeios para estarem encostados. Portanto, uma situação que eu não posso continuar a fazer de conta que não existe.”

Vasco Estrela relembrou que já tinha colocado à consideração de todo o executivo, há quatro ou cinco meses, a necessidade de encontrar uma solução. Houve várias conversas com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) e as respostas que foram dadas à autarquia foi sempre por questões técnicas e de segurança.

Vasco Estrela acrescenta que a situação só está a acontecer agora devido ao défice de médicos no concelho. Por isso as pessoas recorrem a estas consultas de recurso ao fim de semana para tentar resolver os seus problemas. “Isso é perfeitamente legítimo.”

Como não há possibilidade de atendimento de todos os utentes as pessoas vão para lá mais cedo para garantirem uma consulta. O autarca reafirmou que esta é a atual situação e como não se prevê uma solução a curto ou médio prazo há que criar condições para as pessoas esperarem por uma consulta.

Vasco Estrela confirmou que poderá entrar uma nova médica de família no concelho, mas que há uma outra que se vai aposentar. Por isso, fica tudo na mesma.

“Aquilo que já transmiti recentemente é que vamos lá instalar uma tenda, em espaço público, para que as pessoas tenham, pelo menos, abrigo do sol, da chuva e por lá dois ou três bancos para as pessoas estarem lá sentadas”, frisou Vasco Estrela.

 

Vasco Estrela, presidente CM Mação

Apesar de o edifício ser municipal, Vasco Estrela frisou que não quer imiscuir-se em decisões técnicas de uma entidade de saúde, pelo que [às 11 da manhã] disse já ter instruído os serviços para preparar a aquisição de uma tenda.

 

Em vez da tenda poderá haver mesmo é porta aberta

Só que, pelas 14 horas desta mesma quarta-feira, a Antena Livre confirmou ter havido indicações da Unidade Local de Saúde do Médio Tejo para que as portas do Centro de Saúde possam abrir mais cedo, permitindo a entrada dos utentes enquanto esperam pelo médico. Há apenas a necessidade de garantir a segurança dos utentes nas instalações de saúde.

Em novo contacto com Vasco Estrela, depois das 16 horas desta terça-feira, ficámos a saber que o presidente da Câmara de Mação terá sido contactado por volta das 14 horas pelo presidente do Conselho de Administração da ULS Médio Tejo, Casimiro Ramos, para ultrapassar esta questão. De acordo com Vasco Estrela, Casimiro Ramos terá sugerido em vez de uma tenda a abertura das portas do Centro de Saúde, desde que o Município garanta a segurança do equipamento, fazendo a gestão dos utentes.

Depois deste telefonema Vasco Estrela confirmou estar a “avaliar para ver se há condições, ou através dos assistentes técnicos operacionais, ou através da contratação de uma empresa de segurança privada que garanta a abertura até às 10 horas, altura em que abre o Centro de Saúde."

Ou seja, será abrir portas entre as 06 ou 07 da manhã até às 10 da manhã.

Vasco Estrela rematou a dizer “não temos culpa que o Ministério da Saúde não resolva o problema da falta de médicos. Esta situação não existia há meia dúzia de anos quando tínhamos médico de família. Não podemos criticar as pessoas de irem para lá muito cedo para poderem ter uma consulta com médico de família.”

Vasco Estrela, presidente CM Mação

 

Recorde-se que este problema não é novo e já tinha sido alvo de uma intenção do Município em criar estas condições porque, antes da ULS o ACES Médio Tejo tinha informado que não seria possível abrir portas antes da hora.

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - junho 2024
Jornal de Abrantes - junho 2024
PUB