Município Abrantes
PUB

Vila Nova da Barquinha: Plano de Desenvolvimento Estratégico do Centro de Negócios aprovado

2/07/2018 às 00:00

A Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha, que decorreu na sexta-feira, dia 29 de junho, aprovou o Plano de Desenvolvimento Estratégico do Centro de Negócios de Vila Nova da Barquinha por maioria e com duas abstenções, por parte dos deputados da CDU.

Na sessão, na qual estiveram presentes 18 eleitos, foi analisado o Plano que procura desenhar os caminhos possíveis para que o Centro de Negócios de Vila Nova da Barquinha, localizado na freguesia de Atalaia, se afirme como um espaço de acolhimento de empresas atrativo no contexto da região do Médio Tejo e da região Centro.

Até ao momento estão vendidos no Centro de Negócios 11 lotes e o objetivo é a venda de mais 21, conferindo uma ampliação daquela zona industrial.

A Câmara Municipal refere que o “Plano incorpora as tendências económicas atuais, mas pretende projetar um olhar para o futuro. É assumido o horizonte temporal de 2027, uma vez que permite estruturar uma estratégia que possa cativar para o território os apoios do atual quadro de programação comunitário, mas também antecipar aquilo que serão as grandes temáticas do próximo quadro, no que diz respeito aos apoios às empresas e às Áreas de Acolhimento Empresarial”.  O estudo levado a cabo custou 18 mil euros.

Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha desta sexta-feira

Após a utilidade do estudo ser questionada pela oposição (PSD - CDS PP e CDU), tal como a escolha da empresa que o efetuou, o presidente da Câmara de Vila Nova Barquinha, Fernando Freire, explicou que não existe capacidade técnica por parte da Câmara para realizar estudos desta dimensão e que, como tal, se recorreu a uma empresa exterior, ressalvando a qualidade evidenciada por parte da empresa, a qual já elaborou planos para muitas outras autarquias.

O presidente esclareceu ainda que são necessários planos deste género para se efetuarem candidaturas a fundos comunitários, as quais não são válidas se não forem suportadas por este tipo de estudos.

Na mesma sessão foi também apresentada uma moção por parte do PS relativamente ao aeródromo de Tancos. Embora o PSD, através da palavra do deputado António Salvado, tenha argumentado que a moção tem de ser mais bem fundamentada, a mesma foi aprovada por unanimidade.

Acerca do Centro de Interpretação Templário, o presidente da Câmara esclareceu que este está a ser finalizado e aponta o dia 13 de outubro como a data da sua inauguração. O referido Centro será o primeiro do género em Portugal e irá situar-se no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha.

Rafael Ascensão

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2022
Jornal de Abrantes - julho 2022
PUB