ESPECIAL COVID-19

Abrantes: Conhecida a oferta formativa para 2020-2021

2020-06-09
Foto de Arquivo
Foto de Arquivo

Na reunião da Câmara Municipal de Abrantes desta terça-feira, 9 de junho, que decorreu por videoconferência, a vereadora com o pelouro da Educação deu conta da 8ª reunião do Conselho Municipal de Educação de Abrantes, realizada no dia 25 de maio.

Celeste Simão apresentou a oferta formativa para o ano letivo 2020-2021 e informou que no Agrupamento de Escolas N.º 1 de Abrantes, “além dos cursos na área das ciências e tecnologia, vão focar-se na oferta profissional porque esta oferta é que é determinante”. Este Agrupamento vai ter a funcionar “o curso profissional de Técnico de Desporto, que vai funcionar na Escola D. Miguel de Almeida, e o curso profissional de Ação Educativa na mesma escola”.

Na Escola Dr. Solano de Abreu “funcionará o curso profissional de Técnico de Instalações Elétricas e o curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos”.

Quanto ao Agrupamento N.º 2, a vereadora realçou “a questão do ensino artístico e especializado no 5.º ano de escolaridade com o curso básico de Música e o curso básico de Dança em continuidade”. Avançou ainda que, ao nível dos cursos profissionais, funcionará o curso de Técnico de Manutenção Industrial e Metalurgia e o de Metalomecânica, que serão lecionados na Escola Otávio Duarte Ferreira, em Tramagal, “dando continuidade ao que já está a ser feito”.

Já na escola sede, a Dr. Manuel Fernandes, irá funcionar o curso profissional de Intérprete, Ator e Atriz e ainda o curso secundário de Música.

Celeste Simão falou ainda da oferta na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes (EPDRA) que terá “o curso de Técnico de Gestão Equina, o de Produção Agro-Pecuária, o de Cozinha e Pastelaria, o curso de Turismo Ambiental e Rural, o de Técnico de Recursos Florestais e Ambientais e ainda o curso de Técnico Auxiliar de Saúde”.

A EPDRA acolhe também os cursos de educação e formação tipo II, nomeadamente o de Tratador e Desbastador de Equinos e o de Pastelaria e Padeiro.

No que diz respeito à Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA), a vereadora referiu os cursos de Som e Imagem, Manutenção de Sistemas Mecatrónicos, Informática, Animação e Modelação 3D, Realização e Produção Televisiva, Design e Desenvolvimento de Produto, Web e Dispositivos Móveis. Celeste Simão disse ainda que os cursos TESP (Curso Técnico Superior Profissional) “estão sujeitos ao número de candidatos suficientes para abrir a turma”.

A vereadora informou que “com a promoção das ofertas formativas qualificantes e a sua relação com o emprego, um dos objetivos é articular e harmonizar a oferta formativa do concelho”, adiantando que “se prevê uma articulação entre as entidades acerca da oferta”.

“Esse trabalho é feito anualmente, em tempo oportuno”, assegurou Celeste Simão que disse ainda que “foi feita uma articulação entre a Câmara, que serve de mediador neste processo, e os respetivos Agrupamentos de Escolas, Escola Profissional e Escola Superior de Tecnologia. Posteriormente, há uma articulação de concertação desta oferta formativa ao nível da Comunidade Intermunicipal para harmonização da oferta na região”.

Hospital de Abrantes do CHMT reconhecido no Dia da Cidade

Ainda na reunião de Câmara desta terça-feira foi aprovada por unanimidade a proposta de atribuição de Medalha de Mérito Municipal ao Centro Hospitalar do Médio Tejo - Hospital de Abrantes. O presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos referiu que esta distinção, a ser entregue no próximo domingo, dia 14 de junho, Dia da Cidade de Abrantes, procura realçar e reconhecer a importância de todos os funcionários hospitalares, desde pessoal médico ao não médico.

2020-06-09