Antena Livre
Deseja receber notificações?

Insucesso Escolar: Médio Tejo avança com protocolo para a «Orientação e Desenvolvimento de Competências de Gestão de Carreira» de estudantes (c/áudio)

21/03/2024 às 15:41

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo procedeu à assinatura do protocolo de colaboração “Orientação e Desenvolvimento de Competências de Gestão de Carreira Médio Tejo” com a Direção Geral da Educação (DGE) e a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), no passado dia 13 de março, num momento que decorreu no Instituto Politécnico de Tomar.

A cerimónia protocolar contou com a presença do secretário de estado da Educação, António Nogueira Leite, que congratulou o trabalho desta CIM ao ter tomado a iniciativa de concretizar um projeto-piloto, que pretende conceber, implementar e divulgar atividades para a orientação e desenvolvimento de competências relativas à gestão das carreiras dos alunos da região do Médio Tejo.

“Aqui [nesta CIM] foi dado um passo em frente para combater o insucesso escolar (…) este projeto vai contribuir para que uma escolha informada, seja uma verdadeira escolha livre”, afirmou o secretário de estado da Educação, tendo salientado que “foi muito importante que tenha sido esta entidade (…) da qual partiu esta iniciativa, que permite uma resposta integrada e em rede aos nossos alunos”.

Por sua vez, o presidente da CIM Médio Tejo, Manuel Jorge Valamatos, destacou o trabalho na área da Educação, tendo evidenciado que “o projeto intermunicipal PEDIME visa a promoção do sucesso educativo e tem sido aposta desta CIM, com um investimento muito relevante (cerca de 8 milhões no quadro comunitário 2020), mantendo-se o foco na sua continuidade no próximo quadro comunitário 2030”.

“Estamos hoje a formalizar o arranque deste projeto projeto-piloto (…) e será com muita expetativa e empenho que iremos desenvolvê-lo, cujos resultados poderão depois ser úteis para outras regiões do país”, referiu o presidente.

Por último, Manuel Jorge Valamatos disse que a CIM Médio Tejo quer “envolver os técnicos que trabalham a orientação vocacional” nas escolas para que “sejam eles a definir as ações e melhores iniciativas, de forma a promover o sucesso educativo”.

A partir deste protocolo, em estreita articulação com a DGE e a DGEstE, a CIM Médio Tejo irá definir uma equipa, que vai apoiar este grupo de trabalho dedicado à orientação vocacional dos alunos nos ensinos básico e secundário.

Este projeto piloto será regulado no âmbito do grupo de trabalho da educação – o CDIEd (Conselho de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação) e terá uma vigência de 24 meses, estando enquadrado no âmbito do PEDIME.

À Antena Livre Jorge Simões, secretário executivo da CIM, explicou o objetivo e os passos a serem dados com este projeto que é piloto, mas que pode representar uma forma de combater o insucesso escolar em todo o país.

Jorge Simões, CIM Médio Tejo

Após o momento protocolar, seguiu-se uma nova reunião do CDIEd, onde entre vários assuntos, destacou-se: o processo de concertação das ofertas formativas profissionalizantes do Médio Tejo, fez-se um ponto de situação do PEDIME e a metodologia para construção do PEDIME III e procedeu-se à apresentação de projetos sobre a saúde e educação pela equipa da ULS Médio Tejo.

 

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - junho 2024
Jornal de Abrantes - junho 2024
PUB