Pesquisa Rápida

A espera terminou: o BONS SONS arranca HOJE

2018-08-09
Bons Sons
Bons Sons

Acabou a espera e o amor de verão finalmente chegou. A aldeia de Cem Soldos abre, esta quinta-feira, as portas à nona edição do BONS SONS. O recinto está montado, os habitantes estão a postos e os palcos estão prestes a receber, no primeiro dia do festival, concertos de Salvador Sobral, Fado Violado, Selma Uamusse, Slow J, entre muitos outros.

Os Palankalama chegam do Porto para fazerem as honras de abertura do BONS SONS. Às 14:00, o quarteto vai dar a ouvir música instrumental, com influências da sonoridade tradicional/folk de várias regiões do mundo, no palco A Música Portuguesa a Gostar de Ela Própria que recebe, logo depois, o grupo de cantares Vozes de Manhouce com Isabel Silvestre.

A voz emotiva de Lince, o projeto a solo de Sofia Ribeiro dos We Trust, vai estrear o Giacometti com uma eletrónica ponderada com mestria e sensibilidade. Este palco vai receber também, ao final da tarde, Jerónimo, banda que junta as influências dos três irmãos Gil (Les Crazy Coconuts), Nuno (Few Fingers) e Luís (Nice Weather For Ducks e Obaa Sima).

Às 20:30, The Lemon Lovers levam ao palco Zeca Afonso amor e promessas fundamentadas em passos de dança num espaço que será ocupado, mais tarde, pelo ritmo contagiante de Slow J e The Art of Slowing Down.

A estrear-se no BONS SONS, Salvador Sobral promete levar-nos numa viagem que começa no jazz e passa pela bossa-nova e as sonoridades da América Latina, marcada por uma capacidade de interpretação inesperada e única. Pouco depois, também no palco Lopes Graça, Selma Uamusse traz-nos o seu primeiro álbum a solo, uma explosão de géneros que resultou na busca da sua africanidade e da sua moçambicanidade.

Ao palco Amália sobe, às 23:00, Fado Violado, o projeto de Ana Pinhal e Francisco Almeida que junta o Fado ao Flamenco. Antes, este vai ser também o palco da homenagem prestada por Luís Fernandes às mulheres que vivem nos bastidores das vidas dos músicos com Tia Graça – Toda a gente devia ter uma.

A encerrar o primeiro dia do BONS SONS, Xinobi ocupa o Aguardela num DJ Set que vai ecoar noite fora provando a sua habilidade para reorganizar música incrível em todo um novo universo.

E, como no BONS SONS a música não ocupa apenas os palcos mas também em cada esquina de Cem Soldos, além dos concertos em cartaz, durante o dia, vão acontecer Concertos Inesperados em diferentes espaços da aldeia.

Para os mais novos o festival começa logo pela manhã com atividades para partilhar entre toda a família: há música, jogos, aulas e passeios com os simpáticos Burros de Miranda, histórias encenadas e uma exposição.

Já no Auditório Agostinho da Silva a programação, que inclui performances, cinema, dança, uma mesa redonda e uma instalação, arranca com Sacro, de Sara Anjo, às 18h00, uma peça que reflete sobre os mecanismos vitais da vida: o que nos move? Como nos movemos? E para onde nos movemos?

A Feira de Marroquinarias regressa com uma variedade de artigos de artesãos e alfarrabistas nacionais e produtos para todos os gostos que vão dar cor às ruas de Cem Soldos.

De 9 a 12 de agosto, todos os caminhos vão dar ao BONS SONS!

2018-08-09
Terça, dia 23 de Outubro de 2018
PUB
Bild Corp - Web + Vídeo
Outubro 2018
PUB
Mercar