Pesquisa Rápida

Banda Senza já foi a 50 rádios locais divulgar música, viagens e instrumentos exóticos | Recorde aqui a conversa na Antena Livre

2019-06-13
SENZA
SENZA

A banda Senza, que está em digressão internacional com o álbum "Antes da Monção", revelou já ter levado a 50 rádios locais e regionais portuguesas um projeto próprio para divulgar a sua música e viagens que a inspiraram.

Constituído por Catarina Duarte e Nuno Caldeira, o duo criado em 2016 é autor de 'world music' de expressão lusófona, com sonoridades influenciadas pela sua passagem por países como a Tailândia, África do Sul, Namíbia, Timor, Vietname, Zimbabué, China, Cambodja e Índia, e vem desenvolvendo o programa "Até onde vais com a tua música?" de forma voluntária, nas emissoras que aderem ao conceito.

Nuno Caldeira reconhece que essa "também é uma forma de promoção da banda", mas afirma que o principal objetivo desse périplo pelo país é "conhecer melhor o território e apoiar as rádios que, às vezes enfrentando grandes dificuldades ao nível de recursos financeiros e de pessoal, fazem um trabalho totalmente meritório ao nível da promoção cultural e do jornalismo, sem obterem por isso o reconhecimento que mereciam".

Catarina Duarte realça que, além disso, trata-se também de "deixar em toda a gente o bichinho das viagens e da aventura", ao partilhar com os ouvintes "experiências de locais que, distantes e exóticos, são totalmente inspiradores e podem mudar a vida de uma pessoa".

Entrevistas em direto ou em diferido, mini-concertos em estúdio e atendimento de chamadas de ouvintes são alguns dos formatos em que o projeto se materializa, sempre "de acordo com as opções que as rádios acharem mais adequadas" e sob a condução dos seus profissionais.

O balanço da experiência tem superado as expectativas dos dois artistas, e Nuno Caldeira explica porquê: "Não tínhamos noção da dedicação e da competência que existe nas rádios locais, algumas a trabalhar só com voluntários ou técnicos amadores, outras só com profissionais e até com canais próprios de televisão por 'streaming'".

Célia Maia é locutora de continuidade na rádio Voz do Entroncamento, na frequência 105.7 FM, e conduziu os Senza por uma edição do programa "Expresso da Tarde", em que os músicos falaram das suas viagens, passaram alguns dos seus temas e deram a conhecer instrumentos tradicionais de outros países.

"Habitualmente, só somos contactados pelas editoras e um pouco deixados para trás pelas bandas mais reputadas, que só querem aparecer nas rádios grandes, de difusão nacional. Mas os Senza foram muito empreendedores, proporcionaram-nos um programa muito giro e informal, e este projeto deles é de louvar porque, além de pensar nas rádios mais pequenas, aborda temas diferentes e muito interessantes", declara a locutora à Lusa.

Américo Simões, locutor e sonoplasta na Rádio Santiago, de Guimarães, está mais habituado a ser contactado por bandas de relevo, até porque essa emissora está integrada num grupo de dimensão considerável - que, além da rádio da frequência 98.0 FM ou do site Santiago.fm, ainda integra o semanário generalista O Comércio de Guimarães, o semanário especializado Desportivo de Guimarães, a revista Bigger Magazine, o portal Guimarães Digital e até a mais recente Santiago Imobiliária.

O radialista declara, contudo, que os Senza o conquistaram à primeira audição pelo seu "carisma diferente" e revela: "Fiquei apaixonado pelo trabalho deles e, depois de terem passado aqui pela rádio no [programa] Manhãs Vivas, tornaram-se uma das bandas que mais acarinhamos, pelo seu trabalho de qualidade, muito empenhado e profissional, e por também nos fazerem querer viajar".

2019-06-13
Domingo, dia 25 de Agosto de 2019
PUB
Bild Corp - Web + Vídeo
Jornal de Abrantes agosto 2019
PUB
Mercar