ESPECIAL COVID-19

Discográfica Universal Music assina parceria com a independente italiana Sugar

2020-07-02
(DR)
(DR)

O grupo discográfico Universal Music anunciou no final do mês de Junho uma "parceria global estratégica" com a etiqueta italiana Sugar, que irá fortalecer a distribuição mundial do catálogo histórico da discográfica transalpina.

A Sugar, com 88 anos, é, segundo a mesma fonte, a principal discográfica independente italiana, e esta parceria visa expandir a distribuição dos seus discos, que incluem bandas sonoras icónicas do cinema italiano, como "La Dolce Vita" (1960), de Federico Fellini, ou "8½" (1963), também de Fellini, e de compositores como Nino Rota, Luis Vacalov ou Ennio Morricone, que serão distribuídos pela Decca Records, também do grupo Universal Music.

"Este acordo reforça a sólida relação de 25 anos entre as duas empresas, que já colaboraram em múltiplas parcerias de sucesso em vários projetos inovadores com o tenor italiano Andrea Bocelli e o seu mais recente álbum de estúdio, ‘Si’, que foi nomeado para um Prémio Grammy e alcançou, pela primeira vez, o primeiro lugar nas tabelas de venda nos Estados Unidos e no Reino Unido em outubro de 2018", lê-se no mesmo comunicado.

A parceria, segundo a mesma fonte, é "o início de uma nova colaboração criativa entre as duas empresas, sendo que o grupo passará agora a distribuir todo o seu catálogo histórico".

A Sugar foi fundada em 1933, em Milão, no norte de Itália, por Ladislao Sugar, e "encontra-se na vanguarda da cultura musical italiana há décadas".

O seu catálogo, conta com "mais de 2.000" bandas sonoras italianas e francesas, e "documenta o som do cinema italiano" com filmes como "La Dolce Vita", "Amarcord", "Mondo Cane", "Il Postino", "8½" ou "Il Gattopardo", com a assinatura "de mais de 400 compositores", designadamente Nino Rota, Ennio Morricone, Luis Bacalov, Riz Ortolani, Piero Piccioni, Armando Trovajoli, Piero Umiliani, Stelvio Cipriani, Fiorenzo Carpi ou Philippe Sarde, entre outros.

Lusa

2020-07-02