Pesquisa Rápida

Ponto mais alto de Portugal recebe concerto de acordeão no Montanha Pico Festival

2019-01-05
Nuno Carpinteiro
Nuno Carpinteiro

A montanha do Pico, nos Açores, o ponto mais alto de Portugal, recebe dia 12 um concerto de música a cargo do músico Nuno Carpinteiro, que apresenta o seu trabalho original em acordeão a 2.351 metros de altitude.

“O músico português compôs uma música intitulada ‘A Montanha’ que pretende estrear no ponto mais alto de Portugal a 12 de janeiro e o público está convidado para o concerto que deverá ocorrer pelo meio-dia, dependendo do tempo de subida da montanha”, disse Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts, em declarações à agência Lusa.

Aquela associação promove, pelo quinto ano, o Montanha Pico Festival que pretende incentivar a criação de projetos relacionados com "a montanha ou montanhas do mundo", valorizando também estes locais e preservando a sua cultura.

“Ao longo destas edições tem sido incrível a participação do público. Por exemplo, às oito horas da manhã a Casa da Montanha já está lotada de pessoas que pretendem fazer a subida para assistirem ao concerto”, sublinhou Terry Costa, lembrando que se trata de um percurso que leva em média oito horas, dependendo das condições meteorológicas, desde a subida da parte da manhã, à hora do concerto e pesquisa pela cratera e piquinho da montanha, terminando com a descida.

O violoncelo de Guilherme Rodrigues, o saxofone de Luís Senra e ainda a gaita-de-foles de Ross OC Jennings, foram outros concertos realizados na Montanha em edições anteriores do festival, segundo lembrou Terry Costa.

A quinta edição do Montanha Pico Festival, que arrancou no dia 01, decorre ao longo de todo deste mês de janeiro, com exposições em cada concelho do Pico e no Museu dos Baleeiros, com mais de 20 eventos na ilha, como noites de cinema, exposições, tardes de chá aos domingos, com artistas de 12 países que se dedicam à temática da cultura montanhosa, além de outras iniciativas que podem ser consultadas em www.picofestival.com.

Estão ainda agendados eventos especiais, como a estreia mundial do filme ‘2351’ de Pedro Canavilhas, a subida ao pico com um concerto de acordeão e o programa PedrArte, onde os artistas desenvolvem trabalhos inspirados ou executados na pedra basáltica do Pico, acrescentou Terry Costa.

O diretor artístico referiu ainda que na sexta-feira, 11 janeiro, na noite antes da subida à montanha, "vai decorrer um concerto especial no auditório da Madalena, apresentando 3 Solos".

Nuno Carpinteiro apresenta o seu trabalho original em acordeão, Gonçalo Cruz volta à ilha com gaita-de-foles e para apresentar a Gaita Cammino Montanha do Pico, inspirada pela própria ilha montanha, e Luís Senra regressa com o seu saxofone para uma atuação intitulada "da montanha às estrelas é já ali", indica o programa.

Montanha Pico Festival tem como parceiro institucional a direção regional do Ambiente.

2019-01-05
Quarta, dia 23 de Janeiro de 2019
PUB
Mercar
Temperatura
10.3 °C
Humidade
89 %
Pluviosidade
0.4 mm
Vento
0.3 km/h
Nascer do Sol
07:48
Pôr do Sol
17:41
MeteoAbrantes
Jornal de Abrantes janeiro 2019
PUB
Bild Corp - Web + Vídeo