Município Abrantes
PUB

Abrantes: Câmara Municipal adquire Colégio de Fátima por 1,6 ME

7/06/2016 às 00:00
colégio

Foi aprovada por maioria, esta segunda-feira, na reunião do executivo camarário de Abrantes, a minuta de compra e venda do Colégio Nossa Senhora de Fátima, no valor de 1,6ME. Um contrato que será celebrado entre a Câmara Municipal e a Província Portuguesa do Instituto das Irmãs de Santa Doroteia.

A intenção da autarquia, futura proprietária do espaço, é construir naquele edifício o novo Centro Escolar de Abrantes.

No decorrer da reunião, Elza Vitório, vereadora eleita pelo PSD, questionou a presidente sobre os custos da obra e dos acessos ao edifício, sobre as escolas que o novo centro escolar vai albergar, sobre o que vai acontecer aos edifícios que vão ficar vazios e ainda fez referência à diminuição do número de alunos.

Com um custo total de obra de cerca de 2ME, financiado em 85%, cerca de 1,7 ME, pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDEER), o edifício será adaptado e requalificado para receber os 175 alunos provenientes da escola nº1 e nº2 de Abrantes.  

Numa primeira fase, “não está previsto que o acesso [ao centro escolar] seja todo feito, mas só uma parte. Em concreto, a subida da rua de Santana e a entrada por trás. No futuro, temos a intenção de fazer a ligação à rua 5 de Outubro”, explicou Maria do Céu Albuquerque, presidente da CM de Abrantes.

Referindo-se às escolas que ficarão vazias, sediadas nos Quinchosos e na rua Catarina Eufémia, a presidente adiantou que estes edifícios “serão entregues às associações, até porque com as obras no Edifico Carneiro para instalar as obras de Charters de Almeida, vão fazer com que haja a necessidade de instalar o Orfeão, a Palha de Abrantes, a Delegação Local da Reinserção Social e o clube de cinema…é portanto nossa intenção dotar aquelas escolas de todas as condições para acolherem estas associações”.

Quanto à diminuição do número de alunos, Maria do Céu Albuquerque adiantou que a autarquia tem em conta “os rácios e as projeções demográficas, até porque não sei se sabem mas para podermos ter o financiamento é obrigatório que a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares se pronuncie sobre isso e vai avaliar todos os dados”.

Celeste Simão, vereadora com o pelouro da Educação na CM de Abrantes, acrescentou ainda à AL que é intenção da autarquia instalar na nova escola o ensino pré-escolar, devido ao facto “da rede escolar estar praticamente lotada”.

O Colégio Nossa Senhora de Fátima de Abrantes vai terminar a sua função de ensino privado este ano letivo. O Colégio foi fundado no dia 13 de outubro de 1940 e é orientado pela Congregação das Irmãs de Santa Doroteia. Durante décadas foi uma escola de referência pela qualidade do seu ensino.

 

Reunião do Executivo Camarário desta segunda-feira

JMC

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - agosto 2022
Jornal de Abrantes - agosto 2022
PUB