Pesquisa Rápida

Abrantes: Praia Fluvial avança em Fontes

2017-08-24

A zona de recreio e lazer em Fontes “está praticamente concluída, prevê-se para o próximo dia 25 de agosto”, a conclusão da primeira fase da infraestrutura, disse Maria do Céu Albuquerque, presidente do Município de Abrantes, na última reunião de Câmara.

Com um investimento a rondar 150 mil euros, o novo espaço balnear assumirá só no próximo ano a categoria de praia fluvial.

“Neste momento, temos um conjunto de equipamentos instalados, que visitaremos em breve para dar conta de mais um ativo de valorização da Albufeira de Castelo Bode e onde contamos no ano de 2018 ter o selo de praia fluvial e também gostaríamos muito que o tempo viesse a permitir a Bandeira Azul à semelhança de Aldeia do Mato”, afirmou à Antena Livre a presidente.

A autarca abrantina salientou que se trata de um “investimento que ronda 150 mil euros” e que é “determinante para a qualificação da albufeira enquanto grande ativo que a nossa região tem”.

“O equipamento ficará pronto até ao final do verão, depois iremos concessionar aquele espaço e depois disso aquilo que queremos é que tenha uma utilização plena como acontece em Aldeia do Mato”, aludiu Maria do Céu Albuquerque.

Nesta primeira fase, a zona de recreio e lazer de Fontes vai contar com 9 lugares de estacionamento, 1 dos quais para pessoas com mobilidade reduzida; acessos pedonais, incluindo percursos acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada; bar com 18,75m2; sanitários/balneários/duches com 24,80m2; fossa estanque; ponto de água potável; zona de lazer equipada com mesas, bancos e papeleiras; parque para contentores de resíduos indiferenciados/ecoponto, iluminação pública e piscina flutuante.

Numa segunda fase, já em 2018, após a classificação do plano de água como água balnear nos termos da legislação em vigor, a Câmara Municipal pretende construir a zona de recreio balnear com sinalização de balizagem no plano de água, prevendo-se ainda a colocação de um painel informativo junto aos acessos pedonais, destinado à afixação do conjunto de informação obrigatória.

Sónia Alagoa, presidente da Junta de Freguesia de Fontes, congratulou-se com esta iniciativa da Câmara Municipal e referiu sentir “satisfação acima de tudo”.

“A freguesia de Fontes há muito tempo que merecia uma infraestrutura deste tamanho, deste tipo. As pessoas que são naturais de cá e que não estão cá a residir dão valor a esta obra. Percebemos que elas estão satisfeitas, porque realmente esta é uma grande obra, que vai trazer muita gente de fora”, afirmou à Antena Livre a presidente da Junta de Freguesia.

Sónia Alagoa deu conta que os trabalhos no local estão a decorrer e que neste momento “foi colocada a parte da fossa séptica, está a ser feito o estacionamento e as máquinas andam lá juntamente com os técnicos. O equipamento [a plataforma] vai chegar entretanto para ser colocado”.

“Finalmente a freguesia de Fontes vai ter algo que pode oferecer (…) o que é uma mais-valia”, rematou a autarca.

A nova praia fluvial vai ser instalada na zona da Cabeça Ruiva.

2017-08-24