Pesquisa Rápida

Bispo explica saída do Cónego José da Graça

2019-07-31

A saída de funções do Cónego José da Graça, decidida pelo Bispo D. Antonino Dias através dos movimentos pastorais já está a ter movimentações na comunidade. Entre críticas e aplausos, há movimentos nas redes sociais a convocar, por exemplo, uma reunião para sábado à noite no salão paroquial de Chainça para abordar a permanência do Cónego em funções.

Já esta manhã na página da internet da Diocese de Portalegre e Castelo Branco o Bispo, D. Antonino Dias, justificou a decisão de “afastar” o Cónego José da Graça.

Referiu o Bispo que “o Cónego José da Graça criou e consolidou, na cidade de Abrantes, uma obra social admirável que não está nem fica em causa. É de louvar e de aplaudir e vai seguir, com certeza, o seu caminho. A Diocese e a cidade de Abrantes devem-lhe muito e sabem reconhecer isso.”

Na mesma nota o Bispo faz notar que José da Graça faz parte da história de Abrantes “continua no exercício pleno do seu sacerdócio, ainda que, por ora, não aceitasse outra nomeação.”

O Bispo explicou ainda, na mesma nota, que as nomeações ou exonerações do clero fazem parte da rotina pastoral.

Puxou para si todas as decisões, depois de muitas ponderações. Mas assume que “é dele a última palavra sobre a vida da Diocese, nem sempre fácil, muitas vezes dolorosa, mas sempre rezada e aconselhada para bem do povo de Deus que vive e celebra a fé neste território”.

Desta forma D. Antonino Dias justifica a decisão do Bispo que na década de 80 o mandou para Abrantes e conclui que as decisões “nem sempre agradam a todos, mas ouviu todos os interessados e tentou justificar as suas decisões.”

D. Antonino Dias justificou que “em consciência, e não de ânimo leve, optou pelo que lhe pareceu melhor para a missão da Igreja, para o bem dos fiéis e do presbitério e para a maior Glória de Deus. Decidiu motivado pelo cuidado que todos lhe merecem!”

Para fechar a nota justificativa da decisão espera que “este desassossego não ponha em causa a grandeza da obra construída pelo Cónego José da Graça e para que seja feito o devido acolhimento fraterno ao Padre António Martins Castanheira que envia como pároco para estes tempos.”

O novo Pároco de Abrantes, António Martins Castanheira, é dispensado de pároco “in solidum”de Alcains, Caféde, Escalos de Baixo, Escalos de Cima, Lardosa, Lousa, Mata, Póvoa de Rio de Moinhos, Tinalhas e Sobral do Campo, no Concelho e Arciprestado de Castelo Branco.

 

Foto: Diocese de Portalegre e Castelo Branco

 

Notícia relacionada: Cónego José da Graça dispensado das Paróquias de S. João e S. Vicente

https://www.antenalivre.pt/noticias/conego-jose-da-graca-dispensado-das-paroquias-de-s-vicente-e-s-joao/?fbclid=IwAR3N0eomKu13rxr_6KP4i5jRCFjZvWT0uDALPavXoZtKK__4Gey7C8pEYN8

2019-07-31