ESPECIAL COVID-19

Constância: Villa Tejo Nature & Spa Hotel pode abrir portas no próximo verão

2018-09-24
Villa Tejo Nature & Spa Hotel  em construção
Villa Tejo Nature & Spa Hotel em construção

“Se tudo correr bem, no próximo verão vamos ter um novo hotel” foi deste modo que João Rosa, promotor do Villa Tejo Nature & Spa Hotel, em Constância, falou esta manhã aos jornalistas, numa visita que decorreu ao empreendimento turístico em construção.

As obras do Villa Tejo Nature & Spa Hotel, na Estrada Nacional 3, na entrada norte da vila de Constância, estão a decorrer a bom ritmo. Hoje, o executivo camarário de Constância quis se inteirar do desenvolvimento da empreitada e das características que o novo hotel de 4 estrelas vai ter para servir os constancienses e a região.

Na visita, Pedro Rito, da empresa Class A+, explicou que o novo hotel terá um edifício direcionado para o rio Tejo, em formato “V”, que será dividido por três alas, compostas por 43 quartos, um restaurante com capacidade para 150 refeições, um auditório com 100 lugares, uma piscina descoberta e outra coberta com SPA.

“Vamos ter 28 quartos na ala poente [do edifício] e na nascente teremos 10 quartos com esplanada na cobertura. Toda a parte que fica paralela à estrada nacional será a zona de serviços, com zona administrativa, entrada, restaurante, auditório e ainda cinco quartos em cima da zona administrativa. Temos ainda duas piscinas, uma exterior, outra interior. A exterior com um espelho de água com cerca de 300 metros quadrados e a interior é mais pequena e terá um SPA”, enumerou Pedro Rito.

O engenheiro referiu que houve a preocupação fundamental “de integrar o edifício na realidade local, ou seja, o declive do terreno era muito acentuado e em vez de fazermos um edifício em altura, basicamente o que fizemos foi enterrar um piso e virá-lo para o Tejo. Depois, o edifício acima da estrada nacional só sobe dois pisos na parte mais alta. No entanto, a maior parte do edifício vai ser apenas num único piso”, explicou o responsável.

Jorge Pereira (vereador), Pedro Rito (engenheiro responsável) João Rosa e Vera Marques (promotores), Filipa Montalvo (vereadora), Sérgio Oliveira (presidente da Câmara) e António Mendes (presidente da Assembleia Municipal)

As questões ambientais fizeram parte da conceção do projeto. Pedro Rito referiu que o edifício está todo preparado para o aproveitamento de águas e que se vão construir dois circuitos: “o das águas negras que vão ser encaminhadas para o esgoto público e as águas cinzentas”. Neste caso, “tudo o que vier de lavatórios e banheiras, vai para um reservatório próprio. A água será tratada e reintroduzida no edifício para as descargas das sanitas e para a rede de rega”.

“Temos ainda os painéis fotovoltaicos que estarão na cobertura do edifício. O hotel está preparado para ampliar o seu campo solar para que seja o mais autónomo possível”, acrescentou.

Sobre o andamento da obra, o engenheiro avançou que neste momento está-se “a finalizar a estrutura” e que já está construído “um terço do volume da obra”, que deve ficar concluída no final do primeiro trimestre de 2019, “pelo menos antes do próximo verão”.

Um hotel para servir a região

Na ocasião, João Rosa, responsável pela Vila Poema, Sociedade de Exploração e Gestão Hoteleira, Lda – entidade promotora do novo hotel, considerou que a nova unidade hoteleira poderá “atrair o turista a Constância” e poderá “dar algo mais à região”.

O promotor lembrou o investimento alocado à construção do Villa Tejo Nature & Spa Hotel de cerca de 3ME 700 mil euros que são, em parte, comparticipados pelo Turismo de Portugal, pelo Portugal 2020. No entanto, João Rosa vincou que “o valor não é a fundo perdido, ele tem de ser reembolsado” e logo haverão “metas para atingir e objetivos para cumprir”.

Por último, João Rosa destacou a aposta nas empresas locais e regionais que estão a assumir a empreitada e deu como exemplo seis trabalhadores, que são residentes de Constância, e que estão a trabalhar diretamente na obra.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal, congratulou-se com o investimento. “É um dos maiores investimentos que temos no concelho nos últimos anos e que vai mudar a face do concelho quando estiver em funcionamento. Portanto, vamos conhecer uma vila antes do hotel e uma vila depois do hotel. E temos a consciência que esta aposta que o promotor fez em construir aqui o hotel trará outro tipo de vida à vila e ao concelho,” fez notar o autarca.

O presidente de Constância considerou que o Villa Tejo Nature & Spa Hotel vem resolver uma lacuna que existe na região no que se refere à oferta de unidades hoteleiras com maior dimensão.

“Nós, na região não temos um hotel com esta envergadura como iremos ter aqui em Constância (…) o João [promotor] tem uma unidade hoteleira no centro histórico da vila e o que me chega é que por vezes tem de recusar pessoas por não ter capacidade de resposta, portanto fazia falta um hotel em Constância”.

Executivo camarário de visita à obra

Justificando a isenção do pagamento de taxas de licenciamento da construção do Villa Tejo Nature & Spa Hotel, no montante de cerca de 23.389,92€, na Assembleia Municipal, Sérgio Oliveira vincou que a “Câmara Municipal está de braços dados com este projeto e com outros que venham a surgir com esta envergadura”.

“Não podemos somente fazer discursos bonitos dando conta que queremos pessoas cá e empresários e depois não damos um único sinal. A Câmara teria de isentar as taxas deste investimento, em 23 mil euros, pois este é um investimento fundamental para o desenvolvimento do concelho”, finalizou.

Lembre-se que o Villa Tejo Nature & Spa Hotel, distribuído por 2, 5 hectares de área, será constituído por: 28 quartos duplos, 10 suites, 5 suítes premium com jacuzzi na varanda, SPA com piscina interior, jacuzzi, banho turco, sala de relaxamento e massagem com duche, restaurante, bar e auditório. No exterior haverá áreas verdes de utilização comum, percursos pedestres, e de btt, zonas de estacionamento, uma esplanada panorâmica e uma piscina exterior para adultos e crianças.

A nova unidade hoteleira vai garantir 30 postos de trabalhos diretos e 42 durante a época alta.

 

2018-09-24
João Maia Automóveis
PUB

Jornal de Abrantes

Jornal de Abrantes outubro 2021
PUB
Bild Corp - Web • Vídeo