Pesquisa Rápida

Sardoal: Câmara Municipal aprova atribuição de apoios no âmbito do associativismo

2019-05-15
Créditos: Carolina Ferreira
Créditos: Carolina Ferreira

A Câmara Municipal do Sardoal, reunida na passada terça-feira, dia 13 de maio, aprovou por unanimidade a atribuição de apoios no âmbito do regulamento municipal de apoio ao associativismo.

Este ano, até ao momento, são quinze as associações que vão ser apoiadas. Miguel Borges, presidente do município, explica que destas candidaturas aprovadas, “doze são candidaturas ao apoio ao desenvolvimento do plano anual de atividades e três ao apoio da execução do projeto de desenvolvimento”. Para mais tarde será feito o apoio aos grupos desportivos, uma vez que as candidaturas se realizam só em setembro.

O valor monetário correspondente aos apoios ao associativismo rondam os 23.000 €. No entanto, Miguel Borges destaca que existem outros tipos de apoio, como o apoio logístico (a nível de transportes, cedência de espaços onde algumas sedes funcionam), que fazem com que o valor aplicado “seja muito maior do que aquilo que possa parecer”.

Miguel Borges acrescenta que o município não fecha a porta a “outras situações que possam aparecer e que sejam de interesse para o concelho”, isto é, se houver uma atividade que não esteja no plano de atividades mas que seja de interesse para o concelho tem também possibilidade de ser concretizada mediante o interesse que represente para o território.

O regulamento de apoio ao associativismo exige a existência de um plano de atividades aquando das candidaturas das associações ao apoio, situação que acaba, diz Miguel Borges, por funcionar como um “estímulo ao próprio desenvolvimento das atividades”. O autarca destaca que esse regulamento foi, no entanto, não só feito pela Câmara mas em conjunto com as associações.

Relativamente às associações que se candidataram mas que não apresentaram todos os documentos, Miguel Borges anunciou que “o apoio fica cativo à entrega de todos os documentos em falta e assim que todas as associações o fizerem passarão a ter direito a esses apoios”.

O vereador Pedro Rosa (PSD), acrescenta que, no geral, os documentos em falta não são críticas para a decisão, mas que “para a boa instrução do processo, convém que estejam presentes”.

No dia 18 de maio, sábado, realizam-se as Jornadas do Associativismo, a ter lugar no Centro Cultural Gil Vicente, onde serão assinados os protocolos de apoio ao associativismo.

 

AINDA NA REUNIÃO DE CÂMARA DE SARDOAL:

O vereador Pedro Duque (PS) questionou sobre qual o ponto de situação da remoção da grua, uma vez que a presença do objeto constitui, diz, um “risco desnecessário num centro habitacional e mais concentrado da vila”. O presidente do município, Miguel Borges, respondeu que neste momento “não há justificação alguma em que ela ali se mantenha” e que os técnicos têm acompanhado o comportamento da grua”.

Pedro Duque (PS) questionou ainda sobre a empreitada de obras nos arruamentos na freguesia de Santiago de Montalegre e também no lugar de Cabeça das Mós. Miguel Borges refere que “em relação às obras de Santiago de Montalegre, neste momento há pedidos de explicações por parte do Tribunal de Contas (TC), portanto estamos em processo de responder ao TC para podermos depois começar o processo”. Já em relação a Cabeça das Mós, diz que “a questão vai ser integrada na nova empresa, ou seja, todos os investimentos que vamos fazer de repavimento estão também integrados no saneamento básico. Já está marcada a escritura de constituição da nova empresa para o dia 1 de julho e a partir daí começamos a trabalhar nesses procedimentos”.

A reunião ficou ainda marcada por uma questão exposta pelo vereador Carlos Duarte (PS) acerca de falhas ocorridas no Concurso Nacional de Leitura. O presidente da Câmara Municipal referiu que a Câmara é apenas colaboradora do evento, tendo o vereador de apresentar reclamação à organização do evento, acrescentado que foi um “um exagero” da parte do vereador “a forma como beliscou aquilo que foi um acontecimento muito bom no território”.

 

Ana Rita Cristóvão

 

2019-05-15