Pesquisa Rápida

VN Barquinha: Executivo contra aumento do IVA nas touradas

2020-02-13

Na reunião do Executivo da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, realizada esta quarta-feira, 12 de fevereiro, o presidente Fernando Freire deu conhecimento de uma carta enviada ao primeiro-ministro, no âmbito da secção de Municípios com atividade taurina, onde Vila Nova da Barquinha está inserido. A carta, assinada pelo presidente da Câmara Municipal de Coruche, diz respeito ao aumento do IVA para 23% nos espetáculos tauromáquicos.

Fernando Freire deu conta que “a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha faz parte da Associação da Defesa da Tauromaquia no Ribatejo. Entendemos como projeto cultural que existe e, aliás, temos a segunda Praça mais antiga de Portugal, que o IVA devia ser de 6% e não de 23%”.

O presidente defendeu “o projeto do Ribatejo, que tem a ver com as tradições, com as pessoas, e pensamos que, de facto, [o IVA] devia ser reduzido”.

“O governo não foi nesse sentido e embora sejamos um Executivo de maioria socialista, não estamos de acordo quanto a isso. Uma coisa é aquilo que o Governo entende, outra coisa é a posição da Câmara Municipal”, afirmou o autarca.

Fernando Freire reiterou que “a Câmara Municipal defende as touradas, defende a redução do respetivo IVA em bilhetes para touradas e não faz sentido que tenhamos IVA reduzido em algumas atividades que eu não gostaria de desconsiderar mas que não tenham na promoção de um espetáculo que está na nossa simbiose, que está na nossa génese e que está naquilo que é a alma ribatejana”.

Em Vila Nova da Barquinha, a corrida de toiros em setembro de 2019 teve casa cheia e Fernando Freire lembrou que, à volta do espetáculo, “há muito comércio que vive desta área, desde o cavalo, o touro, e outros tipos de criação de riqueza. E quem é autarca tem que estar atento a estas realidades. Por isso, continuo a defender [as touradas] com muito gosto, enquanto estiver neste cargo”.

2020-02-13