ESPECIAL COVID-19

Concavada: Santander Totta quer retirar caixa multibanco

2020-10-01

O vereador do Bloco de Esquerda (BE) na Câmara de Abrantes levantou a questão da situação da caixa Multibanco que está a funcionar em Concavada, no concelho de Abrantes. Armindo Silveira afirmou que “o Banco Santander Portugal terminou o ano de 2019 com lucros de 527 milhões de euros mas não tem disponibilidade financeira para manter a caixa ATM em Concavada”. O vereador disse que a instituição bancária está a fazer depender “essa permanência de um pagamento mensal de 500 euros” e que já foi feito um contacto com “a União de Freguesias de Alvega e Concavada no passado dia 8 de setembro para esse efeito”.

Armindo Silveira revelou que “alguns populares afirmaram que a manutenção da referida Caixa Multibanco é deficitária, faltando diversas vezes o papel pelo que a falta de comprovativo, a falta de dinheiro e a indisponibilidade, impede a população de usar o serviço, tendo como consequência a diminuição dos movimentos”

Concluiu dizendo que “o vereador do Bloco de Esquerda considera inaceitável a pressão exercida pelo Santander sobre a União de Freguesias de Alvega e Concavada” e considera “lamentável que em tempos de pandemia, em que os cidadãos são aconselhados a restringir as deslocações, esta entidade bancária opte por remover a caixa ATM obrigando a deslocações desnecessárias”.

Armindo Silveira disse ainda tratar-se “de mais uma conduta inqualificável de uma entidade bancária”.

O presidente da câmara Municipal de Abrantes considerou que a questão do vereador do BE foi “bem levantada” mas que “vem atrasada no tempo porque nós temos uma reunião marcada há algum tempo com o Banco Santander e já estamos a diligenciar”.

Manel Jorge Valamatos disse que as palavras do vereador estavam “muito certas” e afirmou que “não concordamos em nada com a metodologia que esta instituição bancária está a tentar perseguir. Não serve a nossa comunidade, não serve as nossas pessoas e é, de facto, uma falta de consideração e de respeito por tantos anos que este serviço esteve a funcionar”.

 

2020-10-01