Município Abrantes
PUB

Mação: Centro de Negócios “é um exemplo para o resto do país” – Sec de Estado da Indústria

30/06/2017 às 00:00

“Este projeto é um exemplo para o resto do país”, foi assim que João Vasconcelos, Secretário de Estado da Indústria, iniciou o seu discurso na cerimónia de inauguração do novo Centro de Negócios de Mação.

O Centro de Negócios / Ninho de Empresas de Mação foi hoje inaugurado na presença do governante e das forças vivas do concelho. O novo equipamento já tem assegurada a instalação de 8 empresas e tem capacidade para 29.

João Vasconcelos afirmou que Mação “é um dos poucos municípios do país que tem hoje uma infra-estrutura preparada para receber uma indústria em 24 horas (…) Isso hoje é fundamental com a rapidez das economias”.

“Este projeto coloca uma exigência que vai muito além das fronteiras deste Município. O Governo, eu próprio e as organizações estamos com vocês nesta caminhada. E esta infra-estrutura terá impacto não só em Mação, mas em toda a região”, salientou o governante.

“Porque é único, este projeto vai fazer algo essencial, vai juntar indústrias com serviços e vai juntar empresas já estabelecidas com jovens empresários que estão a criar o seu negócio”, aludiu.

João Vasconcelos referiu ainda que o novo Centro de Negócios reúne “todas as condições para ser um farol de oportunidades nesta região de baixa densidade do país”.

Vasco Estrela, presidente da CM, João Vasconcelos, Secretário de Estado, e Domingos Chambel, vice-presidente da NERSANT

O Centro de Negócios / Ninho de Empresas de Mação é um projeto da Câmara Municipal de Mação que consistiu na requalificação de edifícios industriais já existentes para a instalação de empresas a preços competitivos, tendo em consideração a qualidade do espaço e o elevado potencial para o desenvolvimento de atividades empresariais.

Vasco Estrela, presidente da CM de Mação, disse que o novo espaço tem o intuito “de desenvolver o concelho, de fixar empresas e ajudar ao surgimento de novas. Entendemos que é uma obra estruturante e muito importante para o concelho”.

O presidente lembrou que a Autarquia investiu cerca de 1ME na nova infra-estrutura. “Dinheiro este somente municipal, ou seja, sem qualquer ajuda, sem qualquer comparticipação. Temos este espaço porque entendíamos que era urgente dotar o concelho de um equipamento que possibilitasse o surgimento e a consolidação de novas empresas”, fez notar.

Para o presidente o novo Centro de Negócios / Ninho de Empresas de Mação “é um desafio que o concelho tem a partir de hoje (…) seguramente que não há nenhuma realidade igual a esta. E os desafios que temos agora pela frente é de facto operacionalizar, dinamizar este espaço e criar condições para que as empresas aqui possam vir a desenvolver as suas atividades. E as empresas que aqui queremos são todas as empresas”.

“A CM de Mação através do seu gabinete empreendedor, GEMA, vai tentar dinamizar até ao limite este espaço, mas obviamente que precisamos da ajuda de todos”, reforçou.

A cerimónia foi ainda marcada pela assinatura de um protocolo entre o Gabinete Empreendedor de Mação, GEMA, que vai integrar o novo espaço, e a NERSANT.

Domingos Chambel, vice-presidente da NERSANT, salientou que “com esta assinatura deste protocolo vamos fortalecer os laços já existentes entre a Câmara Municipal de Mação e a NERSANT”.

“Hoje o empresário quando se quer instalar vem à procura de situações existentes, vem ter com o presidente da Câmara e pergunta onde se instala. A diferença está aqui, no poder responder na hora. Esta é a grande diferença que pode existir entre o fracasso e o desenvolvimento económico do concelho”, aludiu o responsável.

Domingos Chambel disse ainda que todos os empresários existentes ou potenciais empresários que se venham instalar no Centro de Negócios podem usufruir “de um pacote [da NERSANT] que contém tudo o que é necessário para o empresário poder começar a sua atividade até abrir a sua porta oficialmente”.

A cerimónia culminou no recinto da Feira Mostra onde o Município procedeu a habitual distinção dos empresários do concelho.

Recorde-se que o Centro de Negócios tem como filosofia a partilha de espaços e equipamentos comuns, como as salas de reuniões, salas de formação, serviços administrativos e de segurança.

Por ser constituído por três edifícios autónomos, o Centro de Negócios possibilita a instalação de empresas/negócios mais industriais, tecnológicos, de serviços, de prestadores serviços, de armazéns de várias tipologias e consequente diversidade de negócios.

O Centro de Negócios / Ninho de Empresas fica situado na zona industrial das Lamas.

Notícia relacionada:

http://www.antenalivre.pt/noticias/autarquia-aposta-em-centro-de-negocios-para-a-captacao-de-novas-empresas/

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - agosto 2022
Jornal de Abrantes - agosto 2022
PUB