ESPECIAL COVID-19

PSD/Abrantes: Joaquim Simplício e Diogo Valentim disputam eleições internas

2018-01-12

Joaquim Simplício, 58 anos, solicitador, natural de Tramagal, é candidato à liderança da Comissão Política da Secção de Abrantes do Partido Social Democrata (CPS), nas eleições do próximo sábado, dia 13 de janeiro.

Sob o lema “Dedicação e Empenho”, Joaquim Simplício encabeça a lista A e define “dois âmbitos de prioridades: um externo e um interno”.

“Queremos promover a união interna sem discriminar opções políticas do passado, aceitando a colaboração de quem quer efetivamente contribuir para o engrandecimento do PSD de Abrantes, com sentido de serviço ao munícipe”, começa por referir o comunicado da Lista A.

“Iremos promover a captação de novos militantes e robustecer o peso da nossa Secção de Abrantes nas estruturas internas do partido, utilizando e envigorando a voz audível que foi reconquistada nestes últimos anos. Finalmente, queremos que as nossas decisões sejam conciliadas com os nossos eleitos e candidatos autárquicos, estabelecendo uma dinâmica de trabalho proveitosa com todos aqueles que aceitaram dar a cara pelo PSD de Abrantes”, pode ler-se.

No que diz respeito aos objetivos externos, a lista encabeçada por Joaquim Simplício refere que a ação política estará centrada na “proteção e aproveitamento positivo do rio Tejo; Desenvolvimento harmónico de todo o Concelho e coesão territorial; Coesão e inclusão sociais, bem como o combate a todas as formas de pobreza e precariedade; Políticas de natalidade e emprego; Políticas de captação de investimento para o Município de Abrantes; Rigor, zelo e transparência no escrutínio da atividade camarária, das juntas de freguesia e das assembleias de freguesia e municipal; e a Defesa dos princípios e valores da social-democracia e, principalmente, da democracia pluralista”.

Joaquim Simplício é membro do secretariado distrital dos TSD (Trabalhadores Sociais Democratas) de Santarém, participou em várias CPS, foi presidente da Assembleia de Freguesia de São João e candidato a presidente da Junta de Freguesia de Tramagal.

Diogo Valentim é o candidato da Lista B às eleições internas do PSD em Abrantes.

É técnico superior de administração pública e atual presidente da Assembleia da União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto, eleito pelo PSD.

Foi eleito presidente da Junta de Freguesia do Souto aos 19 anos, cumprindo então dois mandatos. Diogo Valentim é militante desde os 18 anos.

A campanha da Lista B tem como lema “Rigor, Proximidade e Competência”.

Na mensagem deixada aos militantes social-democratas, o candidato diz ser “um homem apaixonado, emotivo e que vivo de forma intensa todos os projetos em que me envolvo”. Encara esta candidatura à CPS como “mais um desafio aliciante e exigente” e refere que “não devemos esquecer o passado, devemos sim, aprender com os erros cometidos e valorizar aqueles que de forma genuína e desinteressada colocaram os interesses do partido e do nosso concelho acima das ambições pessoais”.

“Quanto ao futuro”, adianta Diogo Valentim, “não queremos seguir a velha máxima de «dividir para reinar», queremos sim separar o «trigo do joio» para podermos ter os mais bem preparados, os mais competentes, os mais determinados e aqueles que de forma altruísta pretendem simplesmente o bem-estar daqueles que possam vir a representar!”

Em caso de vitória, Diogo Valentim e equipa que o acompanha, afirmam que “estaremos disponíveis para receber aqueles que vierem por bem e quero realçar que, independentemente dos resultados que possam decorrer do ato eleitoral do dia 13 de janeiro, espero acima de tudo que o PSD de Abrantes saia reforçado e que seja capaz de combater o verdadeiro adversário que é o Partido Socialista”.

Relativamente à estratégia, a candidatura diz tê-la “bem definida (…) para que o PSD possa voltar a ser uma alternativa credível, capaz de liderar os desígnios do nosso concelho, por isso, neste primeiro momento apresentaremos as linhas orientadoras numa vertente interna, que após a sua execução produzirão os estudos necessários com propostas concretas e elaboradas para melhorar a qualidade de vida dos munícipes, para resolver os seus problemas e para permitir a criação de conceitos inovadores para o nosso concelho”.

Como grandes áreas de atuação, a Lista B apresenta no seu programa eleitoral sete medidas concretas: Reforçar a democracia e aproximar os cidadãos do poder político; Fortalecer o compromisso com o poder político; Aumentar a transparência e melhorar a informação; Estimular a reflexão e a produção política; Apostar nos jovens enquanto agentes do futuro; Defender a valorização do território e do património e Apostar na área social como fator de inclusão.

Noticias relacionadas:

http://www.antenalivre.pt/noticias/abrantes-joaquim-simplicio-e-candidato-a-lideranca-do-psd

http://www.antenalivre.pt/noticias/psd-abrantes-diogo-valentim-acusa-rui-santos-de-falta-de-respeito-em-relacao-a-minha-pessoa-ouca-aqui

2018-01-12