Antena Livre
Deseja receber notificações?

CIM Médio Tejo: Sistema de bicicletas partilhadas inicia em Vila Nova da Barquinha

21/06/2024 às 17:05

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo, com sede em Tomar, vai inaugurar no dia 27 de junho um sistema interconcelhio de bicicletas partilhadas com mais de 60 estações e 250 bicicletas distribuídas por 11 municípios, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a CIM Médio Tejo refere que o “meioB”, um “inovador sistema de mobilidade sustentável que visa transformar a forma como as pessoas se deslocam”, vai ser inaugurado junto ao Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha (distrito de Santarém), visando “promover a mobilidade suave no quotidiano da população” e “oferecer uma alternativa ecológica e saudável ao transporte motorizado”.

No âmbito do projeto, um investimento de 1,85 milhões de euros que conta com uma comparticipação de 85% do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, os 11 municípios do Médio Tejo envolvidos vão receber mais de 250 bicicletas elétricas que ficarão disponíveis em 67 estações definidas. As localizações foram estudadas pela CIM em colaboração com as diferentes autarquias.

Concebido para “promover a utilização da bicicleta na mobilidade quotidiana da população, sobretudo nas deslocações por motivo de trabalho, estudo ou para o acesso ao comércio e serviços”, o sistema ‘meioB’ é apresentado como uma “alternativa ao transporte motorizado, focado na sustentabilidade ambiental e na melhoria da qualidade de vida” dos cidadãos.

O sistema permite “deslocações eficientes e sustentáveis” entre Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

No contrato de empreitada celebrado entre a empresa CME - Construção e Manutenção Electromecânica, S.A. com a CIM do Médio Tejo, está prevista a "aquisição de bens e serviços referentes ao planeamento, implementação, gestão, operação e avaliação do sistema intermunicipal de bicicletas partilhadas para uso público”, por um sendo o preço base do procedimento para "Aquisição de Bens Móveis" por 1.850.000 euros, valor com IVA e que corresponde à adjudicação aprovada pela entidade em dezembro de 2022.

No global, segundo a CIM, "nesta primeira fase do projeto, prevê-se a aquisição de 252 bicicletas elétricas e 45 bicicletas convencionais", sendo "implementadas no território 67 estações de parqueamento e carregamento, 466 docas e 14 quiosques”.

O projeto "surge no âmbito do Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes do Médio Tejo". Com ele pretende-se dotar a região de “um serviço público que incentive a mobilidade clicável na região e que contribua para a descarbonização", lê-se ainda na nota.

O contrato de adjudicação prevê a “obrigação de integração com outros sistemas de bicicletas de uso público de âmbito municipal”, como os sistemas instalados nas cidades de Torres Novas e Entroncamento.

A CIM do Médio Tejo agrega 13 municípios na área da mobilidade, incluindo Sertã e Vila de Rei, que hoje integram a CIM Beira Baixa.

Abrantes e Sardoal são os municípios do Médio Tejo que não integram a iniciativa.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2024
Jornal de Abrantes - julho 2024
PUB