Município Abrantes
PUB

Médio Tejo: Alerta Vermelho na saúde devido às temperaturas elevadas (C/ ÁUDIO)

13/07/2022 às 17:42

Foi acionado o Plano Contingência Saúde Sazonal, Módulo Verão 2022, em virtude das temperaturas elevadas. Este plano tem como finalidade a normalização da intervenção de diversas entidades, com vista a reduzir os efeitos nocivos para a saúde.

Paulo Luís, delegado da Saúde Pública de Abrantes e especialista em ondas de calor, sublinha que “entramos em alerta vermelho na área da saúde no ACES do Médio Tejo”, o que permite dar resposta “a necessidades da população” no que toca às ondas de calor. Uma das principais medidas que Paulo Luís apresenta é a disponibilização de “locais de abrigo temporário”. Esta medida serve para as pessoas cujas casas não permitam um “mínimo de conforto térmico”.

Para ter acesso a este abrigo temporário diurno, onde pode permanecer “uma manhã, uma tarde, o dia inteiro”, deve ser feito “um contacto com as juntas de freguesia”, de forma a saber quais são os locais disponibilizados na “sua área” e ainda para ter acesso a um transporte que os leve até o local do abrigo. “Não é suposto que, com o calor que temos, as pessoas se desloquem a pé”, relata o delegado da Saúde Pública. Reforça que a ideia é “as pessoas terem um sítio seguro para estarem protegidas desta onda de calor”.

Paulo Luís apela para as família cujas “condições habitacionais” permitam maior conforto, a “levarem também para as suas casas” os familiares “mais frágeis”.

A hidratação, “ingerir água ou sumos de fruta naturais sem açúcar”, é também uma das medidas que refere ser um ponto crucial, especialmente na população mais idosa, visto que “a sede diminui e as pessoas não sentem necessidade de beber”.

 

Aponta ainda para a medicação que deve ser “colocada num local fresco”, tirando as exceções, os medicamentos geralmente são guardados até uma temperatura de 25 graus celsius, e “nestes dias a temperatura será mais elevada”.

“Sempre houve calor, mas não necessariamente deste”. São nove dias de “calor extremo”. O especialista em ondas de calor diz que “dias com 40 e poucos graus sempre aconteceram”, o que torna esta situação “um pouco diferente” é o facto desta onda de calor ser “mais demorada”.

Informa ainda que o alerta vermelho se irá manter enquanto as temperaturas máximas assinalarem números “desta grandeza, acima dos 38/39 graus”.

Para além dos abrigos, existe ainda um “reforço nos cuidados de saúde” e o próprio Centro Hospitalar do Médio Tejo “tem um plano de contingência para as ondas de calor”.

Paulo Luís, delegado de Saúde Pública

Publicamos os abrigos definidos no plano de contingência nas freguesias do concelho de Abrantes:

 

Maria Francisca Carvalho

 

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - outubro 2022
Jornal de Abrantes - outubro 2022
PUB