ESPECIAL COVID-19

Covid-19: Médio Tejo com 22 infetados, 37 óbitos e 307 recuperados (C/ ÁUDIO)

2021-02-16

A região de saúde do Médio Tejo deu conta no relatório desta terça-feira de uma atualização de óbitos, com mais 37 pessoas que faleceram com Covid-19, e de recuperados, com mais 307 pessoas que recuperaram da infeção provocada pelo SARS-Cov-2.

De acordo com o relatório epidemiológico do Médio Tejo há, nesta terça-feira, registo de mais 22 novos infetados o que coloca o total acumulado da região de 12 429 infetados desde o início da pandemia na região. Os casos positivos registados nas últimas 24 horas estão localizados em Alcanena (6), Ourém (7), Tomar (5), Torres Novas (2) e Vila Nova da Barquinha (2).

Nesta terça-feira foi feita uma nova atualização os casos recuperados e há mais 307 pessoas que já saíram do período de doença. O total de casos recuperados é agora de 9 844 pessoas. Os registos de recuperados foram feitos em Abrantes (24), Alcanena (20), Entroncamento (18), Ourém (31), Tomar (143) e Torres Novas (68).

O número de óbitos também subiu, numa atualização feita no dia de hoje. Morreram mais 37 pessoas no Médio Tejo com Covid-19, num total de 344 óbitos. Desta forma o número de óbitos por concelho está com os seguintes números: Abrantes (mais 7), Alcanena 36 (mais 5); Constância 3; Entroncamento 18; Ferreira do Zêzere 15 (mais 3); Mação 14 (mais 1); Ourém 76 (mais 7); Sardoal 5 (mais 1); Tomar 48 (mais 9); Torres Novas 58 (mais 4) e Vila Nova da Barquinha 7.

O número de casos ativos na área da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo é, a 16 de fevereiro, de 2 241 pessoas que se encontram infetadas com o SARS-Cov-2.
No que diz respeito a vigilâncias ativas, a autoridade de saúde pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo tem em isolamento profilático 240 pessoas. Este é o número mais baixo de 2021. Estas pessoas, que têm o dever de isolamento pelo período de 14 dias, estão localizadas em Abrantes (33), Alcanena (36), Constância (5), Entroncamento (37), Ferreira do Zêzere (4), Mação (16), Ourém (39), Sardoal (3), Tomar (41), Torres Novas (20) e Vila Nova da Barquinha (6).
Em termos globais a delegação de saúde pública do Médio Tejo já colocou, desde março de 2020, 6 567 pessoas em vigilância, das quais 6 339 já tiveram alta do período de confinamento.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, diz que agora, de forma efetiva, já se começa a notar o confinamento pela diminuição do número de novos casos e pela estabilização destes números. Por exemplo, hoje há cindo concelhos do Médio Tejo sem registo de novos infetados.

A Médica de Saúde Pública aponta a um desconfinamento muito gradual e daqui a algumas semanas, tanto mais que a vacina pode dar alguma tranquilidade que, na verdade, ainda não existe. Mas apesar de tudo começa a poder fazer respirar de alívio quem trabalha na área dos idosos e das instituições que cuidam dos idosos.
Maria dos Anjos Esperança revelou que o surto da Santa Casa da Misericórdia de Abrantes está a caminho de ser encerrado e que já deu ordem para começar a preparar as listas de vacinação, que, neste caso concreto, devem acontecer na próxima semana.
E adiantou ainda ser difícil perceber, sem estudos muito morosos, qual a imunidade que vamos ter. Quer os infetados, quer os vacinados. São estudos que vão começar a ser feitos, mas que, pelo curso natural dos mesmos, demoram meses e anos até terem resultados conclusivos.

Maria dos Anjos Esperança, Coordenadora USP Médio Tejo

 

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.

2021-02-16