Município Abrantes
PUB

Ferrovia: Deputados do PS por Portalegre querem investimento do Governo na Linha do Leste

27/06/2022 às 16:15

Os dois deputados do PS eleitos pelo círculo eleitoral de Portalegre anunciaram hoje que apresentaram um projeto de resolução no parlamento em que recomendam ao Governo que invista na modernização da linha ferroviária do Leste.

Este traçado, que liga a estação de Abrantes (Santarém) à estação de Elvas (Portalegre), “é a única” linha de transporte ferroviário de passageiros com ligação transfronteiriça a sul do rio Tejo, recordam os deputados socialistas Ricardo Pinheiro e Eduardo Alves, autores do projeto de resolução.

No documento, a que a agência Lusa teve acesso, os dois parlamentares alertam que, para cumprir as metas nacionais e internacionais definidas no Plano Nacional Energia e Clima 2030 e no Roteiro para a Neutralidade Carbónica, é preciso “intensificar a descarbonização” dos transportes e “reforçar a competitividade” da mobilidade sustentável.

“Determinante para a descarbonização é a aposta na ferrovia como forma de aliviar a dependência externa do país, reduzir as emissões e combater o despovoamento e as assimetrias regionais, promovendo a coesão territorial” acrescentam.

No texto, os deputados recomendam ao Governo que “aumente a frequência” do transporte de passageiros naquela linha, com “horários ajustados” às necessidades das populações, e “planeie e enquadre” a eletrificação da linha numa “fonte de financiamento adequada”.

Além destas reivindicações, os deputados recomendam que o Governo “reforce as condições de operacionalização” da linha e o “conforto” do respetivo material circulante.

Por último, os dois deputados defendem que, no âmbito da construção do Plano Ferroviário Nacional, é preciso estudar soluções que aproximem a estação ferroviária de Portalegre ao centro da cidade, já que, agora, está localizada a cerca de 13 quilómetros.

Ricardo Pinheiro e Eduardo Alves recordam ainda que o Governo do PSD/CDS-PP encerrou o transporte de passageiros na Linha do Leste, em 2012, deixando o distrito de Portalegre como “o único do país sem alternativa” de transporte ferroviário.

“Em 2017, com o regresso do transporte de passageiros em toda a plenitude da linha, com ligação a Badajoz (Espanha), foi dado um importante sinal político de coesão territorial e investimento na ferrovia”, escrevem.

Ainda assim, “a Linha do Leste precisa de um compromisso de investimento público para se afirmar junto das populações”, pode ler-se no documento.

Os dois deputados dizem também acreditar que um investimento na Linha do Leste vai servir para estimular o turismo, entidades e empresas, fazendo ainda “crescer o ramo da logística”, com a ligação à Plataforma Logística do Sudoeste Europeu.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - agosto 2022
Jornal de Abrantes - agosto 2022
PUB