Proença-a-Nova: Exposição “Cortiçada Art Fest” em Proença-a-Nova até abril

17/02/2022 às 10:58

A exposição “Cortiçada Art Fest”, que une os concelhos de Sertã, Proença-a-Nova e Oleiros, na promoção da interioridade e no combate ao despovoamento, pode ser visitada até ao dia 28 de abril, em Proença-a-Nova.

Inaugurada, inicialmente, num formato ‘online’, a exposição da “Cortiçada Art Fest” está agora na Galeria Municipal Comendador João Martins, em Proença-a-Nova.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o município de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, lembrou que a exposição inclui pintura, cerâmica, fotografia, tapeçaria e música, juntando as expressões de artistas como Carlos Farinha, Yola Vale, Duarte Belo, Helena Fernandes, Tiago Pereira, Marco Figueiredo e os Senza.

O "Cortiçada Art Fest - Festival de Experiências Artísticas na Paisagem" é uma iniciativa conjunta de três municípios do distrito de Castelo Branco (Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã), produzido em colaboração com o escritório de arquitetura MAG - Marques de Aguiar.

O projeto contou com a instalação de três obras artísticas na paisagem (O Farol dos Ventos, em Proença-a-Nova, Moon Gate, em Oleiros, e Véu, na Sertã) e a realização de um conjunto de eventos que envolvem artistas e população local dos três municípios.

O objetivo é promover a interioridade, combater o despovoamento e dar uma nova vida a estes concelhos afetados de modo significativo pelos fogos florestais de 2017, através da arte que nasceu da cicatriz desses incêndios rurais que aproximaram territórios e pessoas.

Citado no documento, o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo, realçou a força da arte “como um veículo importante para esta matriz dos territórios, mas essencialmente de atratividade”.

Fazendo uma breve cronologia do projeto “Cortiçada Art Fest”, o autarca referiu a existência de obras de arte em pontos improváveis e a sua capacidade de atração de pessoas.

“A riqueza são as pessoas e essa é a tónica principal”, afirmou.

João Lobo adiantou que o projeto vai ter continuidade, com o objetivo último de criar um museu de arte ao ar livre, beneficiando da maior riqueza do concelho de Proença-a-Nova, a natureza.

O “Cortiçada Art Fest” é um projeto financiado pela Direção-Geral das Artes (DGARTES), no âmbito do "Programa de Apoio em Parceria - Revitalização do Pinhal Interior - Programa de Desenvolvimento Cultural o Território".

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - novembro 2022
Jornal de Abrantes - novembro 2022
PUB