Pandemia: Hospital de Santarém suspende visitas a doentes internados

5/01/2022 às 17:23

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) anunciou a suspensão das visitas aos doentes internados, como medida temporária e “preventiva e devido ao aumento do número de pessoas infetadas com covid-19 verificado a nível nacional”.

Em comunicado, o HDS afirma que apenas se manterão as visitas nos serviços de Obstetrícia, Pediatria e Bloco de Partos.

Nestes casos, é autorizada a permanência de visitante durante 30 minutos, “respeitando as regras de segurança recomendadas pela Direção-Geral da Saúde, nomeadamente a desinfeção das mãos, o distanciamento físico, o uso de máscara e a apresentação de resultado negativo de um teste de antigénio (TRAg), realizado até 48 horas antes, ou teste PCR, realizado até 72 horas antes da visita”.

Na Obstetrícia, apenas é permitido um visitante, na Pediatria, um acompanhante e o outro progenitor, e, no Bloco de Partos, um acompanhante.

O HDS pede “compreensão e colaboração”, sublinhando que a medida “será reavaliada conforme a evolução da pandemia”.

A covid-19 provocou 5.448.314 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.015 pessoas e foram contabilizados 1.460.406 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde de hoje.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em diversos países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

Lusa

Partilhar nas redes sociais: