ESPECIAL COVID-19

Médio Tejo com mais 40 infetados diminui vigilâncias ativas

2021-09-09

O território da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) registou esta quinta-feira mais 40 novos casos de pessoas infetadas com SARS-Cov-2. A USPMT engloba os concelhos Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha e já teve 15 102 registos de pessoas infetadas com SARS-CoV-2 desde o primeiro caso anotado em Tomar em 16 de março do ano passado.

As 40 novas infeções comunicadas à saúde pública pelos laboratórios nas últimas 24 horas foram registadas em Abrantes (7), Alcanena (2), Entroncamento (3), Ferreira do Zêzere (3), Mação (1), Ourém (11), Tomar (9) e Torres Novas (4).

O total de pessoas dadas como recuperadas é de 14 206 e o número de óbitos não teve alteração. Há a lamentar 392 mortes na região associadas à Covid-19.

Com esta atualização o número de casos ativos no Médio Tejo passou a ser de 502 localizados em Abrantes (56), Alcanena (43), Constância (5), Entroncamento (61), Ferreira do Zêzere (31), Mação (9), Ourém (136), Sardoal (4), Tomar (77), Torres Novas (70) e Vila Nova da Barquinha (10).

O número de pessoas que estão em confinamento por terem contactado com infetados diminuiu nas últimas 24 horas. No total, há na região 333 pessoas a quem foi decretada a quarentena pelo período de 14 dias e que devem ficar em isolamento em casa. Desde que começou a pandemia que a USPMT já decretou um total de 10 581 confinamentos e deu alta do isolamento a 10 222 pessoas.

As 333 pessoas em vigilância ativa, esta quinta-feira, estão confinadas em Abrantes (72), Alcanena (47), Constância (1), Entroncamento (48), Ferreira do Zêzere (5), Mação (8), Ourém (46), Sardoal (4), Tomar (60), Torres Novas (37) e Vila Nova da Barquinha (5).

Constância é o concelho do Médio Tejo que não regista nesta quarta-feira nenhum caso positivo e nenhuma pessoa em quarentena, tendo apenas 5 casos ativos.

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 1.408 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 10 mortes atribuídas à covid-19, com nova redução nos internamentos.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) estão hoje internadas 597 pessoas com covid-19, menos 24 do que na quarta-feira. Em unidades de cuidados intensivos estão 127 pessoas, menos oito do que na quinta-feira.

A maior parte dos novos casos (500) registou-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, seguida do Norte, com 442 novas infeções.

As mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (3), na região Norte (1), na região Centro (4) e no Algarve (2).

Relativamente às idades das vítimas mortais, seis tinham mais de 80 anos, duas entre 70 e 79 anos, uma entre 60 e 69 anos e outra entre 50 e 59.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há menos 425 casos ativos, totalizando 39.240, e que 1.823 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 995.051 recuperados.

Os novos casos de infeção confirmados registam-se em maior número nos jovens entre os 20 e os 29 anos, com mais 261 casos nas últimas 24 horas.

Seguem-se as faixas etárias entre os 30 e os 39 anos (230 novos casos), entre os 40 e os 49 anos (212 novos casos), entre os 10 e os 19 anos (205) e até nove anos (126).

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.836 pessoas e foram registados 1.052.127 casos de infeção.

 

2021-09-09