ESPECIAL COVID-19

Médio Tejo com mais dois infetados em Ourém e com redução das vigilâncias ativas (C/ÁUDIO)

2020-06-22

A região do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo soma mais dois casos positivos de pessoas infetadas com o coronavírus e ambos no concelho de Ourém. Neste município que teve um pequeno surto no coro do Santuário de Fátima registaram-se nas últimas 24 horas mais duas situações, havendo um total de 62 pessoas infetadas, com 49 já recuperadas.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do ACES do Médio Tejo confirmou esta tarde à Antena Livre que os dois casos são duas mulheres com 26 e 72 anos, ambas pertencentes ao coro do Santuário de Fátima. As duas mulheres estão assintomáticas e não necessitam de tratamento hospitalar.

A médica especialista em Saúde Pública disse ainda que é natural que as vigilâncias que nesta segunda-feira mantêm o mesmo número em Ourém tenham tendência a subir nos próximos dias. É que o processo não é tão simples quanto possa parecer. A médica explicou que há necessidade de fazer os contactos, reunir informação e depois articular com as autoridades policiais das respetivas áreas de residência. São muitos casos em torno do Santuário de Fátima e os processos estão a ser feitos de acordo com os procedimentos.

Se os casos positivos são mais dois em Ourém as vigilâncias ativas subiram com mais cinco pessoas em isolamento. De qualquer forma, em contraponto, as altas da vigilância ativa foram 12, pelo que o número efetivo de pessoas em isolamento baixou dos 77 de ontem para 70 hoje. E as vigilâncias estão assinaladas em Abrantes (1), Alcanena (8), Entroncamento (18), Mação (8), Ourém (14), Tomar (8), Torres Novas (11) e Vila Nova da Barquinha (2).

No Médio Tejo já morreram 14 pessoas desde que começou a pandemia na região, que teve o primeiro registado a 17 de março.

Maria dos Anjos Esperança, ACES Médio Tejo

Consulte aqui os casos por concelho:

Maria dos Anjos Esperança disse ainda esperar que as limitações que foram decididas hoje para os concelhos mais populosos da Área Metropolitana de Lisboa possam servir de exemplo e façam com que as situações acalmem ainda mais no Médio Tejo. A coordenadora da Unidade de Saúde Pública de Região considera que a situação, por cá, está controlada, mesmo no surto que se verificou no Santuário de Fátima.

Consulte aqui os casos positivos / recuperados por concelho:

 

2020-06-22