ESPECIAL COVID-19

Médio Tejo soma mais 11 casos positivos e chega aos 250

2020-06-21

O Médio Tejo registou nas últimas 24 horas uma subida de pessoas infetadas (mais 11) e vigilâncias ativas (mais 13). O relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública (ACES) do Médio Tejo deste domingo, divulgado ao final da tarde, deu conta de que existem no total 250 casos e também um total de 864 vigilâncias ativas (mais 13) do que os números de ontem e 1388 contactos feitos pelas autoridades regionais de saúde.

As altas da vigilância ativa mantiveram-se nas 789, o que faz com que existam atualmente 77 casos efetivos de pessoas que estão em isolamento profilático, ou seja, a aguarda sintomas que indiquem a presença do coronavírus. Também o número de altas da doença se mantém inalterado: 137. O Médio Tejo regista ainda 14 mortos.

Quanto a esta subida, tem a ver, em grande medida, com o caso relatado do Santuário de Fátima, já que nove das situações das últimas 24 horas são registadas no concelho de Ourém que passa assim a ter um total de 50 pessoas infetadas com o SARS-COV-2. Ourém passa também a ter mais duas pessoas em isolamento, ou seja, atualmente tem 14 pessoas em vigilância ativa.

Mação também regista neste domingo mais um caso de uma pessoa infetada (um total de seis) e mais duas em isolamento profilático, passando a ter sete pessoas em vigilância por terem contactado com doentes infetados com o coronavírus.

O outro caso positivo do Médio Tejo é do Entroncamento que passa assim a ter um total de 31 pessoas infetadas e ter mais três pessoas em isolamento, sendo um total de 24, ao dia de hoje.

Há ainda a registar mais seis pessoas a serem seguidas pelas autoridades de saúde do Médio Tejo em Tomar (num total de oito) por entrarem em isolamento devido a terem contactado com casos que testaram positivo ao SARS-COV-2.

Consulte aqui os casos positivos e vigilâncias ativas por concelho:

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, revelou à Antena Livre que os casos de Ourém refletem uma linha de contágio do norte do país, com origem em Penafiel. Trata-se dos casos que foram divulgados já ontem de infetados no Santuário de Fátima. Sendo considerado um surto estão em campo os profissionais das unidades de saúde a seguir todas as linhas de contacto destas pessoas no sentido de poderem estancar os contágios.

O caso de Mação surge no seguimento de um caso de há mais de uma semana no IPO (Instituto Português de Oncologia).

Recorde-se que face ao crescimento exponencial de novos casos na grande Lisboa leva o primeiro-ministro António Costa a reunir-se esta segunda-feira (22 de junho) com os presidentes de Câmara os cinco maiores municípios da Área Metropolitana para tomarem medidas para estancar o crescimento do número de infetados. António Costa admitiu, caso seja necessário, poder voltar a restringir as liberdades que fomos conquistando desde meados de maio.

Consulte aqui os casos positivos / recuperados por concelho.

 

Notícia Relacionada: Covid-19: Santuário de Fátima com 16 casos entre colaboradores internos e externos

2020-06-21