Antena Livre
Deseja receber notificações?
Município Abrantes
PUB

Turismo: Novos órgãos sociais da Turismo Centro de Portugal tomaram posse em Coimbra

2/09/2023 às 10:30
Raul Almeida

Os novos órgãos sociais da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (TCP), para o período 2023-28, tomaram ontem posse das suas funções, numa cerimónia que decorreu no Convento São Francisco, em Coimbra. Raul Almeida é o novo presidente da entidade que tem a missão de estruturar e promover a atividade turística na região Centro.

Recorde-se que a Assembleia Geral Eleitoral da Turismo Centro de Portugal decorreu no passado dia 26 de julho, tendo sido eleita a lista única liderada por Raul Almeida, que sucede assim a Pedro Machado à frente dos destinos da entidade.

A tomada de posse contou com a presença de mais de duas centenas de personalidades, de instituições públicas e privadas, com destaque para o Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, em representação do Governo.

Por parte de instituições públicas, assistiram igualmente à cerimónia o Presidente do Turismo de Portugal, Carlos Abade; o Presidente da Confederação do Turismo de Portugal, Francisco Calheiros; deputados à Assembleia da República; Presidentes e Secretários Executivos das Comunidades Intermunicipais da região; Presidentes e autarcas de municípios do Centro de Portugal; Presidentes de outras Entidades Regionais de Turismo do país; o Vice-Reitor da Universidade de Coimbra; o Gestor do Programa Operacional 2030; o Diretor Regional da Agricultura; o Vice-Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente; e representantes das Forças e Serviços de Segurança, entre outras.

Os privados estiveram representados por empresários do setor do Turismo e pelos Presidentes das Comissões Vitivinícolas, assim como os presidentes ou dirigentes de associações como a APAVT, a AHRESP, a APECATE, a ARAC, a AHP, a ADHP, entre outras.

No discurso da tomada de posse, Raul Almeida começou por saudar os membros anteriores da Comissão Executiva, “pelo trabalho notável que realizaram” à frente da instituição. “O Pedro Machado dedicou o seu tempo e energia a criar e a desenvolver a marca Centro de Portugal e conseguiu pôr o turismo a crescer de forma notória, segura e sustentada na região”, destacou. Depois, frisou que os membros dos órgãos sociais que começaram hoje as funções “vão contribuir com novas ideias e novas formas de encarar a atividade turística. São elementos que vêm acrescentar valor e que se complementam, conjugando a atividade pública com a privada”.

Continuando, Raul Almeida anunciou uma das primeiras medidas que pretende pôr em prática. “Acredito que a Entidade terá muito a ganhar se reunir e conversar, de forma regular e oficial, com as instituições que têm uma palavra a dizer sobre a atividade turística e que podem contribuir para a definição de estratégias. Por isso, pretendo avançar o quanto antes com a criação de um Conselho Estratégico do Turismo do Centro, que terá uma função consultiva sobre as estratégias de fundo que queremos implementar na Turismo Centro de Portugal”, explicou. Este novo órgão “reunirá os principais atores da atividade turística na região”, como são as oito Comunidades Intermunicipais, as Universidades e Politécnicos da região, representantes do setor privado e das associações.

As prioridades para o mandato são passam, segundo o novo presidente, por “consolidar a marca turística Centro de Portugal e os seus produtos-âncora”, “assumir o desígnio de o Centro de Portugal ser um destino turístico sustentável, acessível e inteligente”, “focar a atenção na escassez de trabalhadores na atividade turística”, ”estreitar a colaboração com os principais stakeholders do setor do Turismo”, “consolidar as relações de parceria com as associações empresariais e profissionais” e “continuar a apostar na monitorização e avaliação da atividade turística”, entre muitos outros objetivos que elencou.

A finalizar o discurso, Raul Almeida lançou um desafio ao Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços: atualizar o orçamento anual das Entidades Regionais de Turismo. “É da mais inteira justiça que o trabalho notável que as ERT realizam seja distinguido com uma atualização orçamental, que lhes permita fazer mais e melhor pelo território. Esta é uma necessidade evidente”, disse.

Antes, Pedro Machado, que é o novo presidente da Assembleia-Geral, deixou uma mensagem de satisfação pelos sucessos alcançados pela região nos últimos anos. “Agradeço a todos aqueles que hoje cessam funções e que ao longo dos meus vários mandatos deram o melhor de si próprias pela causa da Turismo Centro de Portugal. Agradeço aos 100 municípios, a todas as organizações regionais públicas, mas muito em particular a todas as empresas e aos empresários que nos ajudaram a construir este caminho de sucesso”, enalteceu.

“Talvez seja importante hoje deixar ficar aqui o testemunho daquilo que são para nós os valores da marca Centro de Portugal. Em primeiro lugar o trabalho, o empenho, a criatividade e a energia da equipa da Turismo Centro de Portugal. Foi isso que tornou possível o estado de maturidade da marca”, sublinhou. “Em segundo lugar, a lealdade e a solidariedade dos vários territórios que compõem o Centro de Portugal. O trabalho conjunto permitiu-nos combater algumas assimetrias e esbater diferenças que ainda existem na região. Este sentimento de lealdade e de solidariedade com os territórios é um valor que a marca tem e que importa preservar”, continuou, para concluir: “Finalmente, a confiança na capacidade de continuarmos a trabalhar em conjunto, a agregar e, sobretudo, a podermos ser cada vez mais atrativos e competitivos. Estas são para mim as três âncoras essenciais em que assenta a nossa atividade”.

A terminar a sessão, o Secretário de Estado Nuno Fazenda começou por agradecer o trabalho realizado pelos órgãos sociais cessantes e saudou o novo presidente: “Quando se fecha um ciclo e se abre outro, temos de ter memória do que foi feito. O balanço do trabalho da equipa anterior é francamente positivo e ajudou a projetar a região Centro. Saúdo também o novo presidente, a quem desejo as maiores felicidades”.

Recordando a importância do turismo para a economia nacional, assim como os resultados extraordinários que a atividade turística registou em 2022, o governante lembrou que tal se deve “a muitas entidades, nomeadamente as empresas, que são o motor do desenvolvimento, as autarquias, as entidades que financiam a atividade, ao Turismo de Portugal, às entidades regionais e também às políticas públicas”. “Queremos continuar a crescer bem, com sustentabilidade e autenticidade”, disse, adiantando que está já previsto para o próximo ano um reforço orçamental das entidades regionais de turismo.

Em jeito de conclusão, Nuno Fazenda considerou que “podemos ter uma visão estratégica clara, assim como recursos financeiros, mas só seremos bem-sucedidos se trabalharmos em rede, em conjunto, porque só desse modo temos ganho de eficiência e maior presença nacional e internacional. Esta sala cheia é sinal de que a região Centro de Portugal está unida no propósito de afirmar o turismo no território”.

Após a cerimónia de tomada de posse tiveram lugar as primeiras reuniões da Comissão Executiva e do Conselho de Marketing. Desta última resultou a eleição, por unanimidade, de Jorge Loureiro como presidente deste órgão.


Composição dos órgãos sociais

Os órgãos sociais da TCP, para o período 2023-28, são os seguintes:

Comissão Executiva:
Raul Almeida (Presidente)
Anabela Freitas
Jorge Sampaio
Elsa Marçal
Luís Albuquerque

Mesa da Assembleia Geral:
Pedro Machado (Presidente da Mesa)
Vítor Pereira (Secretário da Mesa)

Conselho de Marketing:
Jorge Almeida "Loureiro" (Presidente)
José Francisco Rolo
Carlos Ascensão
Laura Rodrigues
Rodolfo Baldaia de Queirós
Jorge Costa
António Marques Vidal

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB