Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Transportes: Rodoviária do Tejo ganha concessão dos transportes públicos na Região de Leiria

1/03/2023 às 12:14

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) concessionou o serviço de transportes públicos à Rodoviária do Tejo, por um período de quatro anos, numa operação na ordem dos 25 milhões de euros, anunciou aquela entidade.

“A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria decidiu adjudicar a concessão do serviço de transportes públicos, que vai servir 10 municípios, a uma empresa portuguesa do grupo Rodoviária do Tejo S.A., por um período de quatro anos e que representa uma operação superior a 25 milhões de euros”, divulgou a CIMRL numa nota de imprensa.

Segundo a mesma nota, “a decisão de adjudicação da concessão do serviço de transporte rodoviário de passageiros na região de Leiria decorreu na passada semana, na sede da CIMRL, em Leiria, representando no imediato um investimento direto dos municípios de 1,2 milhões euros para modernização do serviço e melhorar a eficiência ambiental do transporte público”.

À agência Lusa, o 1.º secretário executivo da CIMRL, Paulo Batista Santos, explicou hoje que, “no âmbito do concurso, a Rodoviária do Tejo vai criar uma nova empresa para esta concessão”.

A Comunidade Intermunicipal adiantou que o objetivo dos municípios é “assegurar um sistema de transportes públicos adequado às necessidades de transporte das populações, incluindo o serviço de transporte público regular de passageiros de âmbito municipal, intermunicipal e inter-regional”, assim como “alguns serviços de transporte escolar especializado, novos serviços de proximidade e a prestação de serviços de transporte ocasional de passageiros em autocarro”.

Integram a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria os municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.

A concessão resulta de um concurso público internacional para a contratação da exploração do serviço público de transporte de passageiros, em modo rodoviário, na Região de Leiria e finaliza um processo iniciado há mais de três anos, em 02 de dezembro de 2019.

Em outubro de 2022, a CIMRL anunciou o lançamento do concurso, com um valor base de 25 milhões de euros, para concessionar, pelo prazo de quatro anos, o serviço público de transporte de passageiros.

Então, a Comunidade Intermunicipal referiu que previa “um incremento do investimento municipal na melhoria e modernização da rede de transportes, no valor de 1,2 milhões de euros, a repartir pelos municípios, em função da dimensão da rede prevista para cada um dos territórios no âmbito da concessão”.

Na ocasião, Paulo Batista Santos disse que o valor base do concurso “corresponde à receita potencial da operação em quatro anos”.

“Além dessa receita potencial, os municípios estão disponíveis para investir 1,2 milhões de euros nesse período, para compensar a manutenção das tarifas, reforçar a sustentabilidade do material circulante, e aumentar a rede e conforto da rede”, afirmou Paulo Batista Santos.

Entre as principais exigências no processo de concurso internacional estavam “fortes preocupações ambientais com o material circulante relativamente às emissões poluentes”, assim como “o conforto dos passageiros e a melhoria do serviço”.

Hoje, o 1.º secretário executivo declarou que a estimativa é que esta concessão inicie em setembro, no novo ano letivo, sendo que até lá mantêm-se em vigor as atuais concessões.

No ano passado, “a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria investiu mais de três milhões de euros no apoio ao serviço público de transportes de passageiros, nomeadamente em medidas de redução tarifária, através do apoio à aquisição de passes, e no financiamento dos défices de exploração dos diversos sistemas de transportes”, acrescentou a nota de imprensa.

Desde janeiro, o serviço público de transporte de passageiros na Região de Leiria é complementado com o transporte flexível a pedido, já em pleno funcionamento nos municípios de Alvaiázere e Castanheira de Pera, estendendo-se aos restantes concelhos da CIMRL nos próximos dois anos.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - março 2024
Jornal de Abrantes - março 2024
PUB