ESPECIAL COVID-19

Covid-19: Centro Hospitalar do Médio Tejo com 102 internados reduziu enfermarias

2021-02-17

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) tem 91 doentes com covid-19 internados em enfermaria e 11 em cuidados intensivos, estando a utilizar apenas cinco das sete enfermarias instaladas para responder à pandemia, disse fonte hospitalar.

Em resposta à Lusa, o gabinete de comunicação do CHMT (que integra as unidades de Torres Novas, Tomar e Abrantes) afirmou que, se se mantiver a tendência decrescente de doentes internados, pode reduzir a capacidade instalada, que tem vindo a ser “reajustada à medida das necessidades”.

Os 102 doentes infetados com o SARS-CoV-2 (números relativos a segunda-feira) significam cerca de 30% dos internamentos no CHMT, disse a fonte.

Dos 102 internados com covid-19 neste centro hospitalar, 26,5% foram transferidos de outros hospitais, maioritariamente da região de Lisboa - Beatriz Ângelo (Loures), Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra), Garcia de Orta, Barreiro, Setúbal, Torres Vedras, Vila Franca de Xira e Cascais.

Segundo o CHMT, 1.225 dos seus funcionários têm já as duas doses da vacina, sendo que, até ao final desta semana, “este número será de cerca de 1.600, pois está a decorrer vacinação esta semana. Com uma dose existem 523 funcionários”.

O CHMT tinha, a 10 de fevereiro, 26 casos ativos detetados em profissionais, num universo que ultrapassa os 2.000 colaboradores.

Desde o início do ano, as Urgências do CHMT realizaram um total de 10.532 atendimentos (covid e não-covid), afirmou a mesma fonte.

A pandemia de covid-19 provocou 15.222 mortos em Portugal e mais de 2,4 milhões de mortos no mundo.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

2021-02-17