Escuteiros: Escuteiros do 697 limparam margens da Ribeira do Rio Torto

1/12/2021 às 12:30

Em 2019 surge o projeto nacional Mês do Mar, resultado de uma parceria entre o Corpo Nacional de Escuteiros (CNE), o Oceanário de Lisboa e a Fundação Oceano Azul. A iniciativa procurava dar vida à divisa “estar alerta” para agir por um mundo melhor. Ao mesmo tempo, assinalava os 41 anos da primeira ação de limpeza de praias dinamizada pelo CNE.

Desde a primeira edição do Mês do Mar, em 2019, foram recolhidas mais de 21 toneladas de lixo das zonas costeiras e ribeirinhas, contando com mais de 4300 voluntários e 143 km de áreas limpas.

Nesta edição, a Associação de Escoteiros de Portugal e a Associação de Guias de Portugal juntaram-se ao projeto.

Este ano o projeto decorreu entre os dias 6 e 28 de novembro. Os escuteiros do Rossio ao Sul do Tejo juntaram-se no domingo, dia 28 de novembro, para fazer a limpeza da zona circundante à Ribeira do Rio Torto. Aí encontraram cadeirinhas de bebé, sofás e pneus. Máscaras, pesticidas e bases de polibãs. Tudo o que é necessário para pôr a roupa a lavar – desde a própria máquina, até à roupa e ao detergente. O lixo recolhido foi suficiente para encher a parte de trás de uma carrinha de caixa aberta. Impedidos de transportar o resto, foram deixados para trás dois montes. Estes foram geolocalizados na aplicação Abrantes 360. Assim, os Serviços Municipalizados de Abrantes (SMA) irão fazer a sua recolha.

 

Um dos montes de lixo feito. Muito do lixo encontrado é recolhido pelas Juntas de Freguesia, caso solicitado

Texto: Caminheira Filipa Neto

Fotos: Joaquim Melo dos Santos

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - janeiro 2022
Jornal de Abrantes - janeiro 2022
PUB