Antena Livre
Deseja receber notificações?

Estes são os 5 pontos a analisar para escolher um cartão de crédito em Portugal

15/06/2023 às 16:49
Suradech Prapairat / Shutterstock

Quando bem utilizado, o cartão de crédito pode ser um importante passaporte para realizar sonhos, mitigar necessidades urgentes ou aproveitar uma boa oportunidade de negócio, contudo, é preciso perceber bem como escolher o cartão de crédito.

5 pontos a analisar para escolher um cartão de crédito em Portugal

Para ajudá-lo a escolher o cartão de crédito que melhor vai servir os seus interesses, tome nota destes cinco pontos essenciais de análise.

Taxa de Juro

Perceber quanto é que nos vai custar o dinheiro que iremos gastar com o cartão de crédito é uma parte essencial de qualquer processo de escolha de um cartão de crédito.

Neste sentido, durante a pesquisa, devemos deitar um olhar atento à TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva global), pois será esta taxa que nos irá dizer qual será o custo do empréstimo para a nossa carteira anualmente, custo que poderá ser inflacionado se fizermos compras com o cartão e façamos o reembolso às prestações.

Anuidade

Quando contratamos um cartão de crédito, poderemos ter de pagar, anualmente, um determinado valor à entidade emissora. A isto chama-se anuidade do cartão e a maior parte dos cartões emitidos no mercado português a isso obrigam.

Apesar de não ser um valor extraordinariamente elevado, a verdade é que esta é mais uma despesa e menos uma hipótese de poupança.

Ainda que sejam minoritários, existem entidades que oferecem a anuidade sendo, por isso, mais baratos.

Ainda que assim seja, é importante que verifiquemos se existe algum tipo de condição ou requisito a cumprir para possamos usufruir desta vantagem.

Benefícios associados

Para além da oferta da anuidade, é importante que, na altura da escolha, verifique quais os benefícios associados ao cartão que pretende contratualizar.

Benefícios tão variados como o fracionamento dos pagamentos, pontos que valem prémios, seguros de viagem e saúde, descontos na aquisição de serviços nas redes de parceiros da instituição emissora do cartão ou a oferta de cashback (possibilidade de receber de volta algum do dinheiro que o consumidor gastar), são pontos a ter em conta na escolha devendo sempre optar por aquele cartão que mais benefícios lhe oferece ou que aqueles que oferece lhe sejam mais uteis.

Por exemplo, quando fazemos uma pesquisa online por cartões de crédito, uma das soluções que encontramos rapidamente é a do UNIBANCO.

Para além de oferecer a anuidade e a função de cashback que nos vai permitir receber até 200€ de volta nas compras que realizemos durante os primeiros 12 meses, o cartão de crédito UNIBANCO traz ainda uma série de outros benefícios.

Destacam-se, a possibilidade de fracionarmos as nossas compras até 3 vezes sem juros, oferta de 20 a 50 dias de crédito sem juros e descontos em turismo, gastronomia e bem estar.

Como “cereja no topo deste bolo”, é importante referir que podemos contratar este cartão de crédito na hora, já que no UNIBANCO a contratualização dos seus produtos financeiros é 100% digital.

Custos de cash advance

Tal como cartões de débito, os cartões de crédito permitem que levantemos dinheiro numa caixa multibanco, contudo, ainda que possa dar imenso jeito em determinadas situações, esta ação de “cash advance” tem custos.

Apesar de ser uma funcionalidade generalizada, é importante que antes da contratualização verifiquemos quais os custos das taxas e custos associados ao cash advance.

Plafond

O grande objetivo de recorrermos a um cartão de crédito é termos acesso a uma fonte de financiamento rápida e segura.

Neste sentido, cada entidade emissora disponibiliza um plafond mensal (limite de gastos) que podemos efetuar com o cartão que varia em função dos nossos rendimentos, estabilidade profissional e histórico de crédito.

Por isso, antes de contratualizar um cartão, é bom que tenhamos em mente qual o valor que tencionamos gastar mensalmente e se cumprimos as condições que nos permitam ter acesso ao plafond necessário.

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X