ESPECIAL COVID-19

Há uma nova marca registada na região: "Bucho e Tripas do Pego" (C/ÁUDIO)

2021-09-09

“É com enorme prazer e satisfação que a Confraria do Bucho e Tripas, transmite a todos, de uma forma muito alegre e com o maior sentido de responsabilidade, o culminar de um processo que durou muitos meses.”

Esta foi a forma como a Confraria do Bucho e Tripas do Pego deu a notícia de que a “Bucho e Tripas do Pego” é uma marca registada. E para que não subsistam dúvidas a confraria mostra a imagem na nova marca e o respetivo registo.

Este foi um processo que começou em 2020, já conta com um ano de trabalho, como explicou à Antena Livre Daniela Canha, a presidente da Confraria. “Iniciamos o processo de registo da marca e do produto. O processo de registo da marca chegou agora ao final”, explicou a dirigente que acrescentou que a partir de agora há que desenvolver mais trabalho e com mais responsabilidade.

E um dos passos, segundo Daniela Canha, vai ser a promoção da marca junto daqueles que continuam a manter a tradição pegacha, nomeadamente os restaurantes e casas de petisco. Nesse sentido a dirigente da Confraria avançou que querem juntar os empresários da restauração para, todos juntos, avançarem com esta maior responsabilidade que agora têm em mãos, o “Bucho e Tripas do Pego” são marca oficial e não apenas a tradição.

Daniela Canha salientou ainda que está em curso um outro processo, mais moroso e tecnicamente mais apurado, que é o registo do produto. “É muito mais demorado e complexo até porque envolve análises laboratoriais. Mas é um objetivo que vamos continuar a perseguir”.

Daniela Canha juntou a satisfação de haver uma marca à defesa das tradições do Pego, sem esquecer, nesta área, que as quartas-feiras vão manter, de forma natural, essa tradição do bucho e das tripas.

A “Bucho e Tripas do Pego” é uma Marca Coletiva registada sob o n.º 661999 e que cumpre as normas e regulamentos em vigor em Portugal.

Daniela Canha, presidente Confraria Bucho e Tripas do Pego

Uma das ideias é criar um dístico para os restaurantes por forma a promover esta marca.

A pandemia veio bloquear muitas atividades de todas as associações e a Confraria não foi exceção. Daniela Canha disse que há uma candidatura aprovada e financiada pelo FinAbrantes que vai ser recalendarizada para poder avançar neste início de ano letivo e que tem a ver com as tradições pegachas.

 

2021-09-09